A vida de uma Acompanhante de luxo

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Desabafo

Sabem quando eu refiro que são os meus clientes que me pagam as contas?Evidentemente que isto não é bem assim...Ninguém chega e paga as minhas contas e eu só tenho que agradecer(infelizmente).Eu tenho que dar o corpo,em troca recebo o € para pagar as minhas coisas.O € que eu tenho é fruto do meu trabalho!E não de caridade alheia...Os clientes entram nesta equação pois,como em qualquer outro negócio,se não os tiver,não ganho €.
Mas ninguém me dá nada só por dar...Pagam 1 serviço...
Sei que há pessoas que não ficaram satisfeitas com o meu trabalho,e lamento por isso.Gostava de poder deixar todos aqueles que me visitam felizes e satisfeitos.Mas tal é impossível...Ninguém agrada a toda a gente....E não é justo por isso virem "cobrar" que são eles que me pagam as contas...Até porque não é verdade.Porque se assim fosse,então seria o seu patrão que paga as deles.Agora experimentem faltar ao trabalho para ver se isso acontece!....É exactamente a mesma coisa comigo.
Também fui criticada por oferecer café e chocolates.Ora bem;não o faço para me pagarem por isso.Sou prostituta,e a minha função é dar prazer a quem me procura.Nem sempre o consigo,é certo;mas não é porque não o queira....simplesmente às vezes as coisas não funcionam como deviam...E os chocolates e o café são apenas 1 miminho,uma forma de vos dizer:Bem vindos ao meu ninho!Não pretendem,de todo,substituir a minha obrigação sexual.
Aliás,se pensarem bem,são 1 custo acrescido que tenho,mas que ofereço com muito gosto.Lamento aqueles que não conseguem ver e apreciar isso...
Tenho dias bons e dias maus,como toda a gente.Claro que o cliente não tem culpa disto;nem tem que ser prejudicado.Mas eu sou apenas humana...muitas vezes,mesmo tentando evitar,as coisas transparecem...e por isso,sim,faço um "mea culpa".E por isso peço desculpa.E por isso prometo tentar melhorar.
É muito importante para mim,sob todos os pontos de vista,manter os meus clientes habituais satisfeitos,e garantir que o mesmo acontece aos novos.
Eu tento,sabem...
Posso não conseguir sempre,mas tento...
E por vezes a envolvência é tanta e tão "instantânea" que nem é preciso tentar...as coisas acontecem naturalmente muito bem.
Outras vezes é preciso estar com uma pessoa mais que uma vez para nascer 1 à vontade que faça com que tudo corra bem.
Outras vezes não corre...
Gostava de ser a melhor.
Gostava de ser a mais requisitada.
Gostava de ser inesquecível.
Gostava de ser viciante.
Gostava de ser perfeita.
Mas não sou...
Tenho tentado melhorar em todos os aspectos;mas pelos vistos terei que me esforçar mais.Assim o farei.Esta é a minha resolução de final de Ano.
Sei que adoro "os meus homens",que quero acima de tudo agradar-lhes.
Tudo farei para o conseguir.
Preciso deles.
Muito.
Em muitos aspectos.
Sem eles não consigo ser feliz.
Prometo tentar fazer-vos felizes.Prometem-me o mesmo?...

sábado, 3 de dezembro de 2011

Ida ao Porto:alteração

Lamento imenso,mas por motivos pessoais,vejo-me obrigada a adiar a minha ida ao Porto.
Assim,esta semana,estarei a atender no meu cantinho em Lisboa,já com o espírito Natalício,diáriamente das 11h às 24h.
Vebham trazer-me a minha preda,que eu prometo compensar-vos!!!

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

O vestido vermelho

...Pediste-me para te receber vestida.Assim o fiz.Escolhi 1 vestido vermelho justinho,realçando ainda mais as formas de viola do meu corpo;com 1 decote que mais mostrava do que escondia dos meus seios (agora)grandes e firmes.Sapatos de salto agulha tb vermelhos a condizer.Por baixo apenas 1 cuequinha fio dental preta,a pedir para ser despida...
Abri-te a porta...e sustive a respiração...olhei para o azul claro dos teus olhos,e perdi-me neles...Fiquei sem saber o que dizer ou fazer...
Tu entras e dizes:"És uma mulher lindíssima!";e percebi que estavas tão nervoso como eu...
Beijei-te nos lábios doces que tens,e senti a tua lingua atravessar os meus e explorar a minha boca...
Foi 1(ou vários?)beijo infinito,em que mergulhei na tua alma e tu na minha...
Arfávamos os 2 de desejo e expectativa.
E ali mesmo,à entrada,soltaste os meus seios do pouco que os cobria,e chupaste com avidez os meus mamilos erectos...senti-te crescer e ficar duro na cumplicidade do nosso abraço....
Atabalhoadamente tentei despir-te e ter livre acesso ao teu membro rijo que chamava por mim...abocanhei-o,chupei,lambi até sentir que não irias aguentar muito mais.
E enquanto percorrias o meu corpo com a tua boca e repetias:"és linda!";eu tentava não me entregar totalmente a ti...
Quem és tu????pensava eu para mim...onde tens estado????.....
E,olhando-me olhos nos olhos,entraste em mim de uma forma ao mesmo tempo carinhosa e brusca,meiga e bruta;como se te pertencesse;como se tu me pertencesses....
E naquele momento,olhando para o vestido vermelho caído no chão,percebi que já não era a Eva que estava contigo...E senti-te como à muito não sentia ninguém...e beijei-te agarrei-te,amei-te numa entrega total...e quando saíste,pensei muito baixinho:será que me vou apaixonar?...

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Actualização de preços

A crise está aí;não há como negar...
Tenho tentado manter-me positiva em relação a isso,mas começa a ser quase impossível.
Esta está a ser a pior semana desde que comecei a trabalhar nisto,à 2 anos atrás.
Entre o desespero,e a necessidade de fazer algo para mudar esta tendência;resolvi reduzir os valores do meu atendimento.Mas não a qualidade.
A partir de agora 30ms são 50;e 1h é 80,sendo que 1h é completa.
Continuo a oferecer o café,a água,a cerveja e o whisky.
Continuo a ser doce,meiga,a tentar agradar e ser agradada.
Reduzo os valores,mas não a qualidade do atendimento;nem as minhas qualidades enquanto mulher,amante e Acompanhante com que sempre "presenteei" aqueles que generosamente me procuram.
Continuo a ter muito para dar...
Espero continuar a receber...
Preciso de dar a volta a esta situação,e estou a tentar fazê-lo de uma forma em que nenhum dos "meus homens" saia prejudicado,bem pelo contrário...
O esforço é meu,esforço esse que espero ver compensado....
Conto convosco...por favor contem também comigo....

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Para ti

Hoje sonhei contigo.Não se foi 1 sonho,uma ilusão,uma visão,ou a antecipação de uma realidade quase demasiado boa para ser verdadeira...Mas,sabes,muitas vezes dou comigo a sonhar acordada,a imaginar a minha vida de outra maneira,a ver os meus sonhos serem cumpridos....
Mas hoje,foi contigo....
Chegavas,abraçavas-me bem forte,deixando-me sentir a segurança e o calor que o teu corpo me transmitia...e ali,aninhada nos teus braços,sentia algo que à muito não sinto...como se o mundo podesse desabar,que tu não deixarias que nada de mal me acontecesse,nem que nada nos separasse...
Olhavas dentro dos meus olhos,tentando chegar às profundezas da minha alma;e nessa partilha de uma intimidade única,verdadeira e cúmplice;dizias que me amavas,que eras o  princípe que eu há tanto esperava,e que o único receio que eu tinha que ter era o de ser demasiado feliz...
Tentando fugir a mais uma desilusão,perguntei-te:porquê eu?...e como podes tu amar uma mulher que faz o que eu faço?...Tu sorriste e beijaste-me na testa,perguntando-me como seria possível não me amares...E nesse momento entreguei-te o meu coração,o meu ser,a minha vida,a minha felicidade,o meu destino...O beijo que trocámos foi também uma entrega de almas...foi uma promessa de felicidade,o início de 1 compromisso e de uma vida nova...
E amei-te...amei-te como não amava alguém á muito tempo....como já me esquecera de o fazer...decorei o teu cheiro,o teu sabor,o teu toque...e rezei...rezei para que aquele momento durasse para sempre...rezei para que fosse real este meu sonho...rezei para que tu existisses,assim,tal e qual como te vi e senti...e que fossem puras e honestas as tuas palavras e os teus sentimentos...
Imaginei o anel no meu dedo,que me daria a certeza que partilharias a tua vida comigo...e que eu faria parte integral e inequivocamente de ti,da tua vida,do teu presente e do teu futuro...
Ainda não sei se existes realmente...ainda não estou segura de seres real...mas espero...por ti...por nós...porque hoje sonhei contigo.

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Obrigada a ti

Obrigada a ti,que estás desse lado e me ouves e entendes.
Obrigada por me olhares com olhos de ver,por me escutares com atenção,por tentares entender o desabafo que me sai da alma.
Obrigada a ti,que me visitas,e me permites assim,sobreviver.Obrigada por me dares 1 pouco de ti,por quereres muito de mim,por te entregares 1 pouco e deixres que eu faça o mesmo.Obrigada pela tua generosidade,pois é com ela que pago as minhas contas.
Obrigada por me tratares como o ser humano que sou,por respeitares a mulher que me dá vida,por perceberes que estou tão só,assustada e necessitada como tu.Obrigada por não me julgares nem pores em causa os meus valores,permitindo que te dê prazer com orgulho e honestidade.
Obrigada a ti,que me mandas mensagens no meu aniversário,fazendo-me sentir que sou importante.
Obrigada a ti pela prenda generosa que me ofereceste,sabendo que eu tanto a queria.
Obrigada a ti pelo carinho que me tens,apesarde ser apenas uma prostituta.
Obrigada a ti pela rosa linda que me ofereceste.
Obrigada a ti pela conversa agradável,e por tudo o que me ensinas-te.
Obrigada a ti pelo excelente vinho que comigo tiveste a amabilidade de partilhar.
Obrigada pela intimidade,obrigada pelos orgasmos,obrigada pelo calor do teu corpo,obrigada por me ligares,por vires ter comigo e assim me fazeres feliz....

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Realidade

É impressionante o quanto as coisas mudaram desde que comecei a fazer isto,à 2 anos atrás!...
E mudaram para pior...pelo menos para mim...
à 2 anos tínhamos percepção de quais seriam os meses melhores e os piores;e quais as semanas melhores e as piores.
À 2 anos tínhamos clientes fiéis semanais e mensais.
à 2 anos conseguíamos ganhar o suficiente para ter uma boa vida e ainda poupar.
À 2 anos,1 dia bom era fazer pelo menos 5 clientes,e 1 dia mau nunca era menos que 2.
À 2 anos,chegávamos a ter 15 chamadas numa hora.
Mas agora...agora a realidade é totalmente distinta....
Agora nunca sabemos que mês é melhor ou pior...qual a semana em que se trabalha mais e a mais fraca...
Agora os clientes semanais passaram a mensais,os mensais passaram a trimestarais e outros desapareceram....
Actualmente,já é uma sorte conseguir  o suficiente para pagar contas e tratar do nosso aspecto físico,que é o nosso instrumento de trabalho...
Actualmente,1 dia bom é o que antigamente era 1 dia mau...
E muitos são os dias em que nada se faz....
O telefone agora pouco toca,mesmo para pedir informações...
E chamadas falsas....marcações falsas...são o que mais acontece diáriamente.
Deixem-me contar-vos melhor...
Ontem estive "a trabalhar" das 11h à meia noite.13h fechada neste apartamento.13h de esperança,ilusão e desilusão.
O telefone tocou no total umas 8 vezes.
Dessas,3 foram marcações.
Perto da hora,retoco a maquilhagem,dou 1 jeito ao cabelo,acendo as velas no 4º,calço os saltos altos.
E espero....
Das 3 vezes aconteceu o mesmo:NINGUÉM apareceu,ou deu qualquer justificação!
Sinto 1º a raiva invadir-me!Se apanhasse estes cabr*es que fazem isto!.....Aí íam sentir o que é a vingança do escorpião....
Depois vem a mágoa e a desilusão....porquê?porque é que as pessoas fazem isto?...porque é que estas marcações não eram reais,e assim,salvavam-me o dia?Porquê tanta maldade?...E para quê?O que ganham com isto?...
Mas mesmo assim não foi suficiente...recebo uma marcação para hoje às 11h.às 10.55h estou pronta,linda e cheirosa à espera...Até agora....Mais uma...e logo para começar o dia....
Mas continuou sem bastar...ao meio dia o telefone toca pela 2ªvez hoje,e é uma marcação par a s13h.
Eram 13h em ponto quando toca o telefone e a pessoa diz que acabou de estacionar...mas eu tive 1 feeling que algo não estava bem...não sei explicar,mas acho que nesta profissão desenvolvi o meu instinto de sobrevivência...
Indico-lhe então o nº da porta,mas felizmente dei o nº do andar errado.Ponho-me a olhar pelo olho mágico e não aparece ninguém...estive pelo menos 5ms ali à espera de ver  alguém...que nunca apareceu...
E o telefone calou-se...nem mais uma chamada...
Como devem imaginar tudo isto me deixou como o tempo:cinzenta,fria,triste,desanimada....
E assim têm sido os meus dias...com uma realidade enublada,que não sei quando irá melhorar...
Uma realidade merdosa....

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Desespero

Eu sei que a vida é feita de ilusões e desilusões;de altos e baixos,de quedas e continuação.
A vida é como 1 mar:tanto pode estar agitada,como calma;com ondas fortes que parecem querer nos devorar;ou como 1 lago de calmaria que se assemelha a 1 útero onde nos podemos refugiar...
A vida tanto nos puxa para a frente,como nos empurra para trás.
Tanto bebe as nossas lágrimas,como encoraja os nossos sorrisos.
Tanto nos dá esperança,como nos entrega ao desespero...
O desespero...uma palavra que diz tanto e tão pouco ao mesmo tempo...
A vontade surda,a necessidade muda de alcançar algo;sentindo esse objectivo cada vez mais longe,mais inacessível...
Uma necessidade inalcansável mas premente,que nos desassossega a alma e nos tira o sono...
O desespero...quando 1 problema parece não ter solução,quando a esperança já morreu...
Desespero pelo que se perdeu,pelo que não se conseguiu ainda,pelo que se tem e receamos perder...
Desespero por não sermos quem querermos nem como queremos,desespero por tentarmos e mesmo assim falharmos...
Cada 1 de nós à sua maneira já se sentiu desesperado...desesperado por não conseguir pagar as contas;por vermos a casa pela qual tanto trabalhámos a ser-nos retirada pelo banco;desespero por 1 desemprego inesperado e injusto;por uma relação que feriu e ainda fere,deixando feridas abertas na nossa alma doente;por uma doença súbita,má e inexplicável...
Há vários níveis de desespero,e alguns estão num extremo tão elevado que felizmente não consigo imaginar...como aquela mãe que durante o tsunami no Japão agarrava os 2 filhos nos braços,e teve que escolher pois apenas podia salvar 1 deles...esse para mim é o pior dos desesperos.
Depois há o desespero que me assola com alguma frequência,quando,após fechada 13h no meu apartamento,chego ao final do dia sem ter feito € nenhum...começo a pensar nas contas...no miudo...nas poupanças que queria fazer...nas dívidas por pagar...e começo a desesperar....
Percebo que este seja 1 nível quase que mesquinho de desespero frente ao ex. anterior...Mas é o meu...
Eu diria que o desepero é uma combinação de sentimento de fracasso e impotência,elevados numa escala de gravidade...
Mas existe,é real,sente-se e atinge-nos... 

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

O sexo e o vinho

Ontem,sózinha no aconchego da minha casa,depois de 1 dia infrutífero de (não) trabalho,pensei cá para comigo que bem merecia relaxar e mimar-me depois de 13 horas no apartamento sem atender ninguém!...Liguei uma luz suave,pus a tocar a Luz Casal,comecei a encher a banheira para 1 reconfortante banho de imersão,e nisto recordo-me que tinha sobrado 1 pouco do excelente vinho tinto que me tinham oferecido no Sábado para beber-mos num jantar com amigos que fiz lá em casa....enchi 1 copo e deitei-me na espuma quente que me mimou o corpo,saboreando aquele momento de profundo não pensar,aquela voz divina e triste e aquele vinho do nosso maravilhoso Alentejo.
E deixei a minha mente divagar ao sabor das sensações que me íam invadindo,e dos sentidos que elas despertavam...E concluí que o sexo é muito semalhante ao vinho!...
(Eu sei,as coisas que me passam pela cabeça depois de 1 dia frustante!...)
O sexo pode ser como 1 vinho tinto carrascão:é mau.sem qualidade,mas na falta de melhor bebemo-lo à mesma.E tentamos que passe o mais rápido possível.Logo a seguir pedimos 1 café para tirar aquele sabor amargo da boca....
Pode ser como 1 vinho rosé:tão leve,que nem nos apercebemos o que é,nem sentimos nenhum sabor que fique...
Pode identificar-se com 1 bom vinho branco:refresca,alivia,sacia;é aromático e não pesa...É leve,e com uma sensação de leveza nos deixa..
Ou pode ser como 1 bom vinho tinto(como aquele que estava a saborear):1ºapetece cheirar,sentir o seu aroma para tentar identificar de onde vem a sua pureza.Depois apetece ir apenas molhando os lábios,muito lentamente,quase com receio de perdermos a sua composição nas nossas papilas gostativas,muitas vezes pouco refinadas...A seguir,quase sofregamente,mas ao mesmo tempo com moderação,deixamo-lo entrar na nossa boca,sentindo a sua rude suavidade no nosso palato;deixando que nos escorregue pela garganta,deixando 1 rasto ligeiramente picante,mas também adocicado...
Por último deixamo-lo enrolar-se na nossa língua,impregnando-nos com o seu sabor,deixando que o saboreemos em toda a sua plenitude;sentindo a sua essência e deixando que aqueça a nossa alma...
E mesmo depois do último golo,nada mais pomos na boca,para continuarmos a sentir aquele sabor,aquele prazer orgásmico,mesmo depois deste já se ter ido...
Realmente,o sexo bem pode ser comparado a 1 copo de vinho...
E de todos,é comprrensível porque nada para mim substitui 1 bom vinho tinto....;)

domingo, 2 de outubro de 2011

Cheguei

Cheguei a Lisboa,ao meu cantinho do amor....
Cheguei à cidade com que tanto me identifico,cujas ruas conheço,cujos cheiros me são familiares...
Cheguei ao Apartamento que respira carinho,solidão,esperança,ilusão,meiguice,alegria,risos,lágrimas e sexo...
Cheguei ao local onde tenho conhecido amores fugidios,romances fugazes,homens maravilhosos,sensações devastadoras....o local onde tantas vezes me dou e recebo aqueles que me visitam...o local onde tantas conversas são tidas,tanto suor derramado,gemidos sussurrados,gritos abafados,orgasmos vendidos e comprados...
Cheguei ao 4º onde diáriamente ofereço um pouco de mim,e recebo felicidade em troca...felicidade traduzida em desejos saciados,em sorrisos partilhados,em papel-moeda amávelmente oferecido...
Vejo as velas,oiço a música,cheiro os lençóis lavados;e tudo me leva a mim e àqueles que me procuram...
Passo a mão pela cama,onde já fiz tantos homens felizes,e eles a mim...
Olho para o meu mealheiro,que me sorri,agradecido por aqueles que o ajudam a engordar;e me pede mais...
Sinto esta energia familiar e saudável do trabalho honesto,do prazer vivido,do dever cumprido...
Abro a gaveta onde guardo a minha lingerie mais sexy e apelativa,que me chama,pedindo para ser usada e exibida...
Cheguei ao lugar onde me sinto mais mulher e também mais puta...mais desejada e desejável...mais meiga e também mais selvagem...mais livre,mas também mais presa a 1 mundo paralelo...
Cheguei ao meu mundo...aquele em que eu e a Eva se misturam,se fundem,e se tornam uma só...aquele onde a lei é agradar,onde o respeito é obrigatório,onde o prazer é consumado...
E é tão bom...sabe tão bem poder dizer que CHEGUEI!!!!....

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

As luzes do Porto

Estou sentada na varanda,a apreciar uma vista magnífica sobre a invicta.
Vejo a escuridão varrida por pequenas e brilhantes luzes,que fazem desta uma linda paisagem...
É impressionante como aqui as luzes parecem brilhar mais do que em Lisboa!Talvez porque as de Lisboa já conheça...
O Porto à noite é lindo!Pelo menos visto da varanda do meu mini apartamento...
Desta vez vim sózinha...é mais solitário,mas também tenho mais oportunidade para olhar com olhos de ver e analisar o que vou vendo,sentindo,e vai acontecendo....
Estranhamente,as luzes do Porto fazem-me sentir simultãneamente mais só e mais acompanhada...Identifico-me com alguns destes pequenos pontos brilhantes,pois recusam-se a aceitar a escuridão.Por outro lado,alguns estão tão juntos e brilham tanto,que me fazem sentir pequenina e deslocada...
Não há dúvida que o ditado"there´s no place like home" faz imenso sentido...sinto falta da minha cama,da minha casa,do meu ninho de amor,das ruas que tão bem conheço,da rotina....
Não ter com quem partilhar o meu dia a dia quando estou longe de casa torna-se penoso...Engraçado o que a distância,uma cidade desconhecida e o sentirmo-nos deslocados nos faz sentir....Parece que tudo tem proporções maiores do que as reais...a nossa casa torna-se mais acolhedora,a solidão torna-se mais devastadora,os medos aumentam...
Da outra vez que cá estive não senti isto....Talvez por estar com aquela que na altura era minha colega de apartamento em Lisboa...uma cara familiar,uma voz conhecida,até 1 feitio já sobejamente reconhecido...E depois,apoiáva-mo-nos uma à outra;quando eu estava mais em baixo,ela animava-me e vice versa...Chegáva-mos ao final de 1 dia de trabalho e comentávamos as nossas pequenas vitórias e os respectivos fracassos...ría-mos do que antes tinha parecido 1 drama,preocupáva-mo-nos em conjunyo,para em conjunto tentar-mos achar uma solução...
É verdade que não reparei nas luzes do Porto...
E agora são elas a minha companhia...
Mas só o seu brilho não chega...

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

O regresso ao Porto

Vou voltar ao Porto já na próxima 2ª fª.
Vou lá trabalhar,conhecer novas pessoas,rever algumas(assim o espero)e regressar a Lisboa mais rica de espírito e de conta bancária...
Espero ser pelo menos tão bem recebida como fui da outra vez que lá estive...conhecer pessoas tão lindas e generosas....ser tão acarinhada...
As coisas cá em Lisboa vão de mal a pior...e é geral...
Tenho falado com colegas,e o que as vai "safando" ainda são os clientes antigos....Mas eu não comecei esta "carreira" assim à tanto tempo...É verdade que tenho alguns bons clientes habituais e que são meus amigos...mas...só esses não chegam...
Vou para o Porto com a esperança de que lá as coisas corram melhor...afinal só lá estive uma vez...ainda sou novidade...uma "lufada de ar fresco" no mundo da putaria...lol
Aluguei 1 estudio de uma colega minha,bem no centro do Porto.Uma coisa de luxo,nível e discreta;para não correr o risco de ter problemas nalgum hotel...assim estamos à vontade;eu e "os meus homens"...
Ah,e vou levar os meus famosos chocolates!!!!...EhEhEh
Pensei bem e decidi manter na Invicta a promoção que estava a fazer cá.Apesar de a despesa de ir para lá ser maior do que ficar em Lisboa,creio que poderá ser bom para atrair mais clientes;e pode ser que também assim reconheçam o meu esforço e boa vontade.
A última(e 1ª)vez que estive a trabalhar no Porto como Acompanhante,até que não correu mal,tendo em conta a realidade actual do mercado.Verdade que não atingiu as minhas expectativas,mas os valores de que me tinham falado algumas colegas,eram os que se faziam há mais de 2 anos atrás.
Agora vou mais ciente da realidade,do mercado em si,e das minhas potencialidades face á concorrência no Porto.
E se conseguir trazer os mesmos valores que trouxe da outra vez,já venho realizada.Estabeleci essa como sendo a minha meta.
E entre a esperança,o medo e a expectativa;levo na mala,para além da linda lingerie e das outras coisas que me fazem falta,a mente positiva para uma semana de sucessos profissionais.
E,seja de que forma for,sei que a minha estrelinha me acompanhará e fará com que tudo corra bem...
Porque se o mundo é dos lutadores,então eu mereço este pedacinho de felicidade,traduzida na paz de não ter que me preocupar com a falta de dinheiro...
E vou metendo na mala sapatos,maquilhagem,roupa e coragem...

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Ontem

Ontem foi 1 dia bom!
Não bom como aqui à 2 anos atrás,mas comparando com a realidade mais recente,foi 1 dia que compensou.
E foi bom de várias maneiras:tive trabalho,ganhei €,revi clientes por quem tenho 1 grande carinho,e ainda...bom...sexualmente...tirei a barriga de misérias...;)
E ainda tive a sorte da minha estrelinha olhar por mim,e ajudar-me no que mais precisava.
Com tudo isto,estou feliz!
Estou feliz porque posso fazer a festinha de anos ao meu filho,cujo aniversário é este fim de semana.
Fiz por isso,trabalhei para isso,e graças aos meus homens;vai ser possível fazê-lo!...
Ontem foi 1 dia em que valeu a pena trabalhar até à meia noite.
Ontem foi como deviam ser todos os dias de trabalho.
Ontem deitei-me cansada,satisfeita,dorida e feliz!
Ontem pousei a cabeça na almofada e dormi bem.
Ontem não me preocupei se teria ou não € para a festa do meu menino.
Ontem não me doía a cabeça de estar tantas horas fechada no apartamto sem fazer nada.
Ontem (acho) que dei e recebi felicidade.
Ontem dei-me e recebi quem a mim se entregou.
Hoje devia ser como ontem.
Amanhã devia ser como ontem.
Sim....preciso de mais dias como ontem...
Mereço mais dias como o de ontem...
E são tantos e tão bons os "meus homens" que me podem dar mais dias como o de ontem....
Sim,ontem...foi decididamente 1 dia bom!

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Relembrando os 5 dias no Porto...

Amanhã regresso a Lisboa.à minha terra,a minha casa,a minha vida.
Mas vou mais rica daqui.Não no sentido restrito da palavra,mas porque conheci gente muito boa;porque,apesar de ser a 1ª vez no Porto,sei que fidelizei alguns clientes;porque dei e recebi prazer...
Económicamente ficou muito áquem das expectativas;embora tenha melhorado relativamente ao 1º dia.
Mas a forma carinhosa,ávida e aberta com que os clientes me receberam aqui em cima fez-me sentir bem,sentir orgulho do que aqui fiz...
Os comentários por demais generosos,alimentaram o meu ego enquanto profissional do sexo;enquanto mulher e enquanto ser humano.
Aqui senti-me valorizada(assim como me sinto tantas vezes em Lisboa),e,apesar de ter tido muito menos clientes que o previsto,os que tive deixaram-me com vontade de cá voltar...

Hoje

Comecei o dia cedo.Eram 7h da manhã já o meu filhote me estava a acordar,juntamente com a cadela,e,entre beijos de 1 e lambidelas de outra;lá me levantei.Enquanto preparo o pequeno almoço,o pequenito leva a cadelinha à rua.Vestir,comer,lavar dentes e ala,que se faz tarde!Deixo a criança  meio nervosa,meio ansiosa;pois é o 1º dia de colégio depois das férias grandes.Entro com ele,fico 1 pouco,e já bem mais à vontade e na conversa com outros meninos vem-se despedir de mim.Sigo rumo ao ginásio,pronta para a minha já habitual guerra contra as gordurinhas e a flacidez.A idade é lixada!
Passado 1,30h meto-me no carro em direcção ao apartamento,mais leve e também mais dorida.
Preparo tudo 1º:velas,música,lençol,toalhas,creme de massagem,preservativos.
Ligo a máquina de café e sirvo-me de 1.
Dispo-me e preparo a lingerie para hoje:1 conjunto novo que vou estrear.
Quando estou para me enfiar na banheira,toca o telefone."Olha,quanto é que levas para foder?"pergunta uma voz de miudo.Disse-lhe para ir f*der a mãe dele!
Isto não está a começar bem!...
O dia continuou mais ou menos neste tom...
Tive apenas 1 cliente de meia hora,que me veio recomendado por outro.
São quase 22h,estou aqui fechada desde as 11h e não se passa nada...

Tenho o
site,anuncio o D.N.,anuncio nos 2 fóruns,estou a fazer
promoção,e mesmo assim nada...

E eu aqui linda,cheirosa,gulosa e carente...
Enfim...hoje...não foi 1 dia bom...





im....
É agora!
É nesta semana que tudo se resolve!
Para bem,ou para mal,é esta semana que marca o inicio do resto da minha vida!
Os dados estão lançados...as cartas foram jogadas...já apostei naquilo que faria de mim uma vencedora.
Agora já não depende de mim.
Qual jogo de cartas de sorte e azar;já estive a vencer,acabei por perder,e quando julgava que já não havia esperança,eis que surge a possibilidade de ir a jogo e ganhar novamente!
O meu coração galopa frenético,chamando pela minha salvação...
A minha mente tenta-se concentrar na possibilidade de nada acontecer,e assim tudo perder...perder não;não ganhar,que é diferente.Afinal,a vitória nunca chegou a ser realmente minha...a minha vida na realidade nunca chegou a mudar...Mas agora,com essa possibilidade a pairar sobre a minha cabeça,custa-me ser realista e não sonhar com tudo o que posso ganhar;custa-me pensar que mais uma vez tudo me pode fugir e nada mude...
Mantém-te atenta...não te iludas...descontrai-te...esquece o assunto...tudo isto oiço no meu consciente.
Percebo...não me iludir,para não me desiludir.
Mas não consigo...sinto-me como um acrobata a balançar numa corda fininha...consigo chegar ao fim,ou vou cair?...
Pareço uma criança na véspera de Natal,a quem deram a entender que a prenda que ela tanto queria poderia estar no sapatinho...essa criança não consegue deixar de se imaginar a sentir essa prenda,a abraçá-la,a viver com ela.
Mas o presente tão desejado pode não lá estar...e aí surgirá 1 coração desfeito,uma desilusão,1 desgosto...
Por isso,mais vale não contar com "o ovo no cu da galinha"...mas a verdade é que não consigo...está tanta coisa em jogo!...a minha vida,a do meu filho...
Peço,a quem me quer bem,que torça por mim durante esta semana.
Preciso da vossa força.
Preciso da vossa confiança!
Preciso da vossa energia positiva!
Obrigada por estarem aí.
Obrigada por etarem comigo!
Também vos trago no meu coração...

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Cobardia

Acho piada que aqueles que fazem comentários negativos,ofensivos,ordinários até no meu blog,nunca se identifiquem...Pura cobardia!
Para além da ignorância de quem não sabe do que fala,do preconceito que revela uma falsa moral,ainda são cobardes!
E criticam,ofendem,mas lêm...então,para vocês,é escusado responderem,pois os comentários estão sujeitos a moderação,e esses são logo considerados spam.
Já uma vez,quando foi feita uma denúncia a 1 Senhorio numa casa onde trabalhei,também foi anónimo!
Claro que,para além de toda a maldade que estas situações encerram,ao mesmo tempo esta cobardia revela alguma moralidade...duvidosa,é certo,mas no fundo as pessoas que e quando fazem o mal,não querem ser identificadas...ou por vergonha,ou por terem noção que estão a proceder mal.Isto pode ser mau,pois apesar de terem consciência de que estãoa praticar o mal,estas pessoas fazem-no na mesma.
Mas ao mesmo tempo,revela que existe uma moralidade,contrapondo-se à vergonha de praticar o oposto.
E,por muito negativo que seja uma pessoa ser imoral,é preferível a ser amoral(pelo menos no meu entender).
A falta de moral revela uma incapacidade anormal e anti-social de destinguir o que está certo do que está errado...e isto,sim,é assustador!Uma pessoa que não difere o bem do mal fácilmente se torna num sociopata,não controla os seus impulsos,comparta-se como 1 animal,é 1 pária e 1 perigo para a sociedade e todos os que a constituem.
Já uma pessoa que pratica o mal,mas sabe que o está a fazer;normalmente é uma pessoa com valores(mais ou menos correctos),em que grande parte das vezes controla esse impulso animalesco de tentar ferir quem julga ser mais fraco.E ao fazê-lo,revela a sua própia fraqueza,bem superior à da sua "vítima";visto que não consegue exercer a sua faceta maléfica contra alguém mais forte;nem sequer procura 1 confronto directo,limpo e honesto....Esconde-se atrás de 1 anonimato e de uma falsa moral,que lhe dão uma sensação de segurança e superioridade(falsas,óbviamente!).
Porquê o facto de grande parte das minhas colegas não atender numeros anónimos?...porque é maioritáriamente daí que vêm os insultos,as frases ordinárias,e as falsas marcações....Mais uma vez,cobardes que se escondem atrás de um anonimato...
A cobardia tem cara,tem nomes,tem vozes...mas estes escondem-se atrás de 1 manto de pseudo invisibilidade...
Só há uma coisa que eu não entendo:o que ganham estes cobardes em agir assim????....

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Espreguiço-me devagar e sensualmente na cama,onde estivémos aninhados até agora...sinto o corpo maravilhosamente dolorido pela sofreguidão com que nos amámos.Contigo é sempre como se fosse a 1ª vez...a tesão não diminuiu...antes pelo contrário,aumentou...o meu corpo reclama o teu;a minha alma chama por ti;a minha boca satisfaz-se na tua;eu só existo por ti e através de ti...
Os lençóis estão húmidos de suor e sémen...o quarto cheira a sexo...Agarro-me a este cheiro que é a soma do cheiro de cada um...
Saís-te,deixando-me,achavas tu,adormecida.
Mas eu só não queria abrir os olhos para não perder o momento...o teu momento...o nosso momento.
Como em todos os amores proibidos,não sei quando te voltarei a ver,quando voltaremos a estar juntos.
E assim tento prolongar ao máximo estes farrapos de tempo que a vida nos dá.
E sinto o teu beijo de despedida,cuidadoso,carinhoso,amoroso,saudoso até.
E recuso-me a abrir os olhos quando oiço a porta da rua bater.
E continuo nesta dormência de prazeres satisfeitos,de saudades que irão surgir...
Entras-te sorrateiramente de madrugada.Não te esperava.Dormia tranquilamente com o gato aninhado a a meus pés.Só te senti quando puxas-te os lençóis e te aninhas-te em mim...queria levantar-me,ir lavar os dentes,a cara,ficar mais bonita para ti.Não deixas-te.Disses-te que me amavas ainda mais quando eu estava assim,amassada do sono e da cama;calma,serena,e apenas eu própia...Disseste que sorria enquanto dormia;com certeza sonhava contigo,numa forma inconsciente de pressentir a tua chegada.
Amámo-nos apressadamente,como se o mundo fosse acabar na próxima meia hora.Enroscaste-te então em mim e adormecemos numa confusão de braços e pernas.Passado poucas horas acordámos com o amanhecer,e tornámos a fazer amor.Desta vez com lentidão,beijos que começam na testa e acabam nos pés...língua que percorre a auto estrada do corpo,detendo-se demoradamente no centro do prazer...mãos que exploram,agarram,arranham,trepando pelo corpo que se abre e se oferece ao outro...chupaste-me e eu chupei-te...lambeste-me e eu lambi-te...mordiscas-te e eu fiz-te o mesmo...penetraste-me,1ºdevagar,depois com vigor e urgência...tu por cima,eu por cima,de lado,de trás...nada ficou por fazer,por explorar,por amar...parecia-mos sanguessugas 1 no outro...eu começava onde tu acabavas e vice-versa.E juntos gememos,gritámos,fomos às estrelas...eu mais do que uma vez,fazes sempre questão disso...e brincas,dizendo que é hora do leite,fazendo-me vir selváticamente na tua boca...
Como é divino e incomparável o amor que fazemos!Sexo com sentimentos,mas por vezes animalesco...
E assim deixo-me estar,nua,saciada,besuntada do teu sémen e do meu...e cheiro o nosso amor proibido,que ainda palpita nos meus lençóis e no meu corpo...
E sinto este sabor que apenas 1 amor proibido tem...

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Frases soltas

O ser mais belo e grandioso do Universo é você mesmo.

Apenas porque não se conhece,o Homem julga-se pequeno,limitado,perdido no Universo,sujeito a forças incontroláveis e estranhas.
Sonha alto,mas imagina que são apenas sonhos que não acontecerão.
Deseja o amor,mas entende que amar é uma questão de sorte.
Procura o bem estar,mas aceita que nem sempre é possível atingi-lo.
Persegue a felicidade,mas esta afigura-se-lhe uma miragem.
Apenas se conhecendo a si mesmo,é possível ultrapassar estas limitações.
"Ninguém deseja ou ama o que não conhece".

Na realidade quotidiana da vida,nós somos o que pensamos.

Aquilo que quer que lhe façam a si,faça-o aos outros.

As pessoas felizes são saudáveis.

A alegria prolonga a vida,enquanto que a tristeza a encurta.

O seu corpo é a sua montra.È através dele que se mostra ao mundo.É através dele que os outros o vêm.Cuidar do seu corpo é respeitar-se a si e aos outros.

O amor e a alegria são a mais perfeita receita de beleza para o corpo.

A beleza nasce na mente e manifesta-se no corpo.

Hoje é outro dia.É 1 novo ponto de partida.

Não existem castigos ou prémios,mas sim consequências,resultados,efeitos.

Você é o que pensa.
Você tem o que pensa.
Você alcança o que pensa.

Todas as pessoas são o resultado dos seus própios pensamentos.

Você é o único autor da sua vida.Só você é responsável por si mesmo e pelo quelhe acontece.
Nenhuma outra pessoa tem mais poder sobre si,do que você mesmo.O poder dos outros sobre si,termina onde começa o seu.
Ninguém pode prejudicá-lo sem o seu consentimento.

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

O cicling e a vida

Sou uma adepta do ginásio.Isso não é segredo para ninguém.Diariamente gosto de fazer o meu treino,que me faz bem ao corpo e à alma,e que normalmente inclui uma aula de cicle ou rpm.
Numa destas aulas,tentando afastar o cansaço e a vontade de desistir,concentrei-me noutros pensamentos.
E o resultado é esta mensagem...
A vida é em tudo semelhente a uma aula de ciclismo...é como andar de bicicleta...
Existem os segmentos planos,que é só deixar correr sem esforço nem resistência,que representam os momentos tranquilos e equilibrados da nossa vida;em que a estabilidade é a palavra de ordem.
Existem os segmentos de esforço,com intensidade,que pode ir aumentando e nos pode dr vontade de desistir;estes são os momentos em que lutamos para atingir algo,em que tentamos desesperadamente alcançar os nossos objectivos,em que muitas vezes a subida é tão íngreme que nos apetece desistir,pois o cansaço nos parece inultrapassável.E quando parece que todas as forças nos abandonaram,quando as adversidades parecem maiores do que nós,há sempre alguém,uma voz;que nos incita a continuar,que nos diz que somos capazes,que nos tenta ajudar a chegar à meta.
Muitas vezes esta ajuda é crucial e a ela devemos o nosso sucesso,a nossa persistência.
Outras vezes,nem essa voz nos consegue levar até ao fim...
Essa voz pode ser de alguém que nos ama,ou pode ser nossa mesmo,o nosso eu mais escondido,mas também mais verdadeiro,mais puro.
E quando paramos a meio da subida,descansamos,bebemos água,e voltamos a pedalar.Pois assim é a vida...Temos momentos em que desistimos,em que fazemos uma pausa nas nossas decisões;mas temos que continuar em frente,pois a vida não pára...e mesmo que nos atrasemos em relação aos outros ou em relação àquilo que nos tínhamos proposto,o que importa é não desistir,é voltarmos para a bicicleta,é continuarmos a pedalar...
E se por vezes sentimos que as forças nos abandonaram,e caímos no desepero,e tudo o que queremos é desistir da corrida...não podemos!!!Custe o que custar,não podemos largar a bicicleta,não podemos abandonar a corrida...Porque a estrada é tudo o que temos...e o único caminho possível é seguir em frente.Assim,entre lágrimas,gritos e sangue,temos que continuar a pedalar...Podemos ir mais devagar,para recuperarmos forças;mas temos que continuar...E se cairmos,lambemos as feridas e levantamo-nos...E se formos por 1 caminho errado,pensamos,orientamo-nos,e voltamos à estrada principal...
Porque esta é a única maneira de chegarmos ao segmento plano,em que sentimos a felicidade,a paz,e a alegria e orgulho de tudo o que conseguimos.Esta é a única maneira de encontrarmos a tranquilidade...
Caímos,levantamo-nos.
Choramos,rimos.
Desesperamos,encontramos a felicidade.
Odiamos,amamos.
Subimos,descemos.
Damos,recebemos.
Sim,foi sem dúvida uma aula interessante!...

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Segredos

Segredos...todos os temos...uns mais,outros menos;uns mais cabeludos,outros mais inocentes....
O segredo é tão inerente à condição humana,como a fome,ou o sexo.
Consciente ou inconscientemente,todos nós guardamos fragmentos do nosso ser só para nós,episódios das nossas vidas que não partilhamos com ninguém,sentimentos que até de nós mantemos secretos....
Normalmente associamos a palavra segredo a algo negativo...mas não é bem assim.
Muitas vezes os segredos que temos e protegemos são o que de melhor também temos.E por ser o melhor,tem que ser protegido,e daí ter que ser mantido em segredo....
Claro que,na minha condição de prostituta de luxo,mantenho diáriamente uma vida dupla;o que me leva a ter mais segredos do que a maioria das pessoas.
Mantenho em segredo de quem me conhece aquilo que faço,a existência da Eva.
E guardo dos meus clientes,segredo daquilo que é a minha "vida real".
São 2 mundos paralelos,que,apesar de aparentemente opostos,não se chocam nem colidem.Mas 1 é segredo do outro,e ambos escondem bastantes segredos...
A Eva esconde em grande parte os segredos da ... .
A ... mantém em segredo a existência da Eva.
E mesmo àquelas raras pessoas que conhecem as duas,nem tudo é contado,há segredos que são mantidos...
Mas não é preciso ter-se uma vida dupla para se ter segredos.
Quantos de nós se dão a conhecer a 100%?
Ninguém...e muito menos aqueles que afirmam que a sua vida é 1 livro aberto.
E que piada teria conhecer TUDO de outra pessoa?...
Há coisas que devem ser guardadas para nós,que apenas a nós nos pertencem.
Acredito que sem os nossos pequenos segredos,perderíamos a nossa identidade individual.
Serámos todos uma grande massa,sem mistério e/ou interesse.
Além do mais,quando partilhamos muito exclusivamente 1 segredo,percebemos,pela capacidade dessa pessoa o manter ou não;se vale a pena mantê-la na nossa vida,no nosso círculo mais íntimo.
O segredo é,´pois,uma forma de privacidade,de protecção e de confiança.
E qual o ser humano que,mesmo não querendo admitir,não precisa destas coisas na sua vida?....
Nenhum!...
Assim,em última análise,o segredo é algo positivo...
Protejam e mantenham os vossos.
E partilhem-nos apenas com quem realmente o merece.

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Sedução

É estranha esta sensação de desejo contido e emergente que as férias me provocam...
Talvez por estar sem fazer sexo;talvez por estar mais atenta à família;talvez por deixar que a preguiça se apodere de mim...
Mas parece que tudo o que me rodeia desperta em mim de forma ainda mais premente a minha sexualidade,a minha sensualidade.
Sinto mais conscientemente cada pedacinho do meu corpo,cada sensação vivida,cada gemido contido...
Espreguiço-me lânguidamente ao sol,sentindo o calor tomar conta de mim,suportando a delicia deste beijo quente e sensual.
Sinto uma gota de suor começar a escorrer-me pela nuca,provocando-me arrepios de prazer...e vai descendo pela minha coluna como se de uma língua se tratasse...perde-se naquele sulco onde se iniciam as minhas nádegas;onde tudo pode começar ou acabar.
Levanto-me,ciente deste estado semi-hipnótico em que me encontro,e mergulho nas águas translúcidas desta piscina natural;como se mergulhasse nos braços de 1 amante...e passo sentir-me livre,aninhada,refrescada,quente,sedenta,desejosa,ardente.
Dirijo-me à cascata que enche este lago e deixo que a água jorre sobre mim qual sémen de 1 desejo à muito controlado...e sinto-a em cada pedaço de mim...nos meus seios erectos,anciosos por serem chupados;na minha boca sedenta por outra;no meu sexo inundado de vontade de ser possuido;nas minhas pernas firmes,abertas,esperando encontrar a fraqueza de 1 desejo a ser satisfeito;a escorrer pelos meus longos cabelos como uma manifestação de carinho;e chegando finalmente às minhas nádegas,ao esconderijo no meio delas,fazendo-me ofegar por sentir encostado a mim 1 sexo duro,rígido,exigente e tão ardente como o desejo que me consome....
Será a envolvência com a natureza a causa deste meu desassossego?...
Será o toque leve da aragem que me arrepia e me faz voltar aos meus instintos mais básicos,mas também mais profundos?...
Será o silêncio e a paz deste verde que me rodeia que me faz querer entrar em contacto de uma forma tão primitiva,com a natureza,e com a minha própia essência como mulher?...
Vejo este pôr do sol único e transformo-me num animal sedento,faminto de sexo...sereia de dia;pantera à noite...será o verde dos meus olhos que se perde neste verde que me acolhe?...
Tudo aqui me seduz:os cheiros,as cores,as texturas,os sabores...a liberdade de não ter horários,os banhos nocturnos,o sossego que me desassossega...o silêncio que me sussurra;a vastidão que se perde num horizonte sem fim;a vida num estado mais simples,mais prático,mais livre...
Sim,nas férias sinto-me uma sedutora e uma seduzida...que fica por e para realizar mais tarde...

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Férias

Férias...
1 periodo de descanso,uma rotina,o reviver da família,1 retiro,uma fuga ou uma introspecção...
Este ano precisava de tirar férias sobretudo da Eva.
Precisava de ser apenas mulher e mãe.
Nos ultimos tempos aconteceram demasiadas coisas na vida da Eva,que tornaram a sua existência exaustiva...a promessa de 1 vida melhor que nunca aconteceu,mas aconteceu a outra colega;a ilusão de 1 principe que mostrou ser 1 sapo;o medo constante de não existirem clientes;a cirurgia e consequente paragem para recuperação;as ilusões;as desilusões;os sonhos;os pesadelos...Enfim...acima de tudo o cansaço de uma vida dupla,que por vezes nem é tão rentável como deveria...
Férias...
este ano para viver em família;na paz e silêncio do nosso Alentejo.
1 tempo para entrar bem dentro da minha alma e analisar todas as vertentes do meu ser...
descobrir de forma clara e inequívoca o que me amedronta,o que me faz feliz;analisar os meus sonhos e descobrir como evitar as desilusões.
Perceber o que fazer para tornar melhor esta vida e a convivência entre mim e a Eva.
Analisar o que devo fazer para me tornar melhor pessoa,melhor mãe,melhor profissional,melhor amante.
Separar o que me faz bem e o que me faz mal.
Distinguir quem devo manter na minha vida,e de quem me devo afastar.
Férias...
este ano uma introspecção;uma viagem ao centro de mim mesma...
1 periodo de análise e decisões...
o delinear de uma estratégia que me permita obter mais e melhores resultados...
uma limpeza do que me tem feito mal;uma abertura ao bem e felicidade...
E,nisto tudo,a certeza de que a Eva e eu somos uma só pessoa.E que,como tal,a felicidade da Eva é a minha e vice versa.E quem faz bem à Eva está a faze-lo a mim.E os homens da Eva são os meus.
Assim,a aceitação de uma verdade que é,enquanto for uma prostituta de luxo,a minha realidade:as minhas férias são também as da Eva;eu sou também a Eva.
E isto é inevitável e saudável,pois permite-me a aceitação de mim como 1 todo.
Permite-me analisar todos os aspectos da minha vida com a mesma visão,e viver comigo própia com maior honestidade e sem receios nem medos nem preconceitos.
Sim,esta é a minha maior e melhor conclusão de uma viagem sincera e dolorosa ao meu âmego:eu sou eu num todo;e a Eva também sou eu,e eu também sou a Eva.E é impossível tirar férias de mim mesma.E também não quero.Porque foi a Eva que,com o seu trabalho,me proporcionou estas férias.É ela que,em último caso,me sustenta,a mim e ao meu filho.
E assim decido abraçar esta parte de mim mesma e agradecer-lhe por existir na minha vida;a Eva,que sou eu!...

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Para ti

Apareces-te no meu mundo e na minha vida sem eu esperar...Não te fizeste anunciar,não te identificas-te;nem sequer mencionas-te quem eras...
Dás-me a visão de 1 mundo para mim totalmente desconhecido;que me assusta e me atrai ao mesmo tempo...
Ofereces-me a vida e a salvação...
Desconfio,recuso,aceito.
Transformas sentimentos num negócio,não sei se para te enganares a ti ou a mim...
Poder,dinheiro e sexo;parece ser apenas este o teu mundo.E,apesar das jóias,das roupas,das viagens,do luxo;é 1 mundo que me atormenta pela sua (aparente) superficialidade...estranho,não é?,eu,a prostituta,a sentir que não pertence a 1 mundo onde o dinheiro é rei...
Mas foi o que senti na altura...poder não me interessa;sexo ainda menos;manipulações amedrontam-me e a futilidade enoja-me...
Mas tu disseste-me para não ter medo...
E ,aos poucos,muito subtilmente,foste deixando cair a máscara...e disseste que sim ao meu pedido de amor...mas exigis-te muito em troca..porque não podias deixre de ostentar o teu poder...
Mas eu,também muito lenta e subtilmente,fui começando a enamorar-me de ti...
O que nenhum de nós contava,é que o destino não se deixa manipular...é que o poder,neste caso infelizmente,nem sempre é válido...
Lemro-me de 1 dia me teres dito que eu te estava destinada...achei bonito na altura.Só agora me apercebo que ninguém manda no destino.E,infelizmente por ti e por mim,estavas enganado,meu amor...
Embarcaste numa viagem em que não te posso seguir...E é uma viagem sem retorno...
Queria despedir-me de ti;dizer-te que não estás só na hora da partida.Queria que,nem que por pouco tempo,se cumprisse o que dizias:Estás-me destinada...
Mas tu não queres 1 adeus...nem sequer aceitas a mão que te estendo...
E eu sofro,choro e sangro...por ti...por mim...
Mas acredita,que,de alguma forma;mesmo não sabendo quem és,te mantenho comigo,no meu coração.
Acredita que viverei em sonhos a vida que não pude ter contigo.
E,se algum dia realizar o sonho de ter outro filho,irei pôr-lhe o teu nome.
Porque tu foste o meu sonho inacabado...a minha esperança escondida...
E,porque amanhã iria ser o 1º dia do resto das nossas vidas,preparei-me tal como te disse que faria:tenho o vestido e os sapatos que iria usar,e na minha agenda tenho a página preenchida com o teu nome...
O destino pregou-nos uma rasteira;mas não vou baixar os braços...Tentarei,não sei bem como,que amanhã seja o 1º dia do resto da minha vida.E,se realmente nos estamos destinados,numa outra vida,num outro universo,iremos estar juntos...
Para ti,que jamais esquecerei...
Se não posso evitar a tua partida,então que o faças de forma feliz e serena...
E que saibas que não estás só...
Obrigada por me teres mostrado 1 sonho...

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Traída

 Sinto-me traida!Por mim,pelos homens que conheci e que me prometeram tanto sem nada dar,pela vida que ajuda os que enganam e mentem e se esquece dos que lutam.
Traída pelo destino que não me permite sair desta vida,depois de me fazer sentir destinada a outra...
Traída pela morte,que nos rouba os que amamos,os que nos amam,os que nos poderiam vir a amar...
Traíada por me ter permitido acreditar e sonhar numa vida bem melhor...traída pela minha confiança,esperança,ingenuidade e também egoismo e ambição...
Traída por valores de que não me consigo libertar,e que me impedem de ir mais longe...
Traída pela esperança,que deu lugar ao desespero...
pela alegria,que deu ligar à tristeza...pela dúvida,que deu lugar a uma certeza nua,crua e fria...
Traida pelo meu optimismo,que me abandona tantas vezes,e me deixa perdida no meio das lágrimas...
Traída por sentir dolorosamente a perca de alguém que nunca chegou a ser meu...traida pelos sonhos que não realizei,mas que tanto desejei...
Traida por ser 1 joguete nas mãos de desconhecidos poderosos e endinheirados...
Traida por ter entrado num mundo do qual desconheço todo o tipo de regras e manhas...
"Os meus amores morrem mesmo antes de nascerem".Podia aplicar esta frase de uma personagem de 1 livro de Paulo Coelho a tantas coisas da minha vida...a algumas que literalmente aconteceram assim,e outros de forma figurada...vejo constantemente a vida fugie-me por entre os dedos,sem eu ter forças ou meios para agarrá-la...vejo as promessas chegarem e partirem sem se concretizarem...vejo a esperança dos sonhos querer instalar-se,mas eu não o permitir...Sinto o amor bater à minha porta de uma forma tímida e apagada,e eu nem o ouvir...
Acredito que a nossa vida está nas nossas mãos.Acredito,por isso,que somos responsáveis por ela.E,assim sendo,em 1º e ultimo lugar,eu sou a minha principal traidora.Amo quando e quem não devo;acredito no irreal;espero o inalcansável;fujo da responsabilidade de ser feliz;deixo que outros comandem os meus passos e os meus sentimentos;acredito nos mentirosos;desconfio dos honestos;duvido de mim;sonho com o impossível;não aceito o momento;espero que me salvem,esquecendo que a única pessoa que me pode salvar sou eu própia...Vejo luz no meio da escuridão;não encontro a saída quando ela está mesmo à minha frente...
Traio-me constantemente,a cada passo,cada hora,cada minuto.
Traio-me,quanto mais não seja,quando permito que outros o façam...

sábado, 16 de julho de 2011

Trabalho

Sempre me disseram para ter prazer no trabalho.
Ora bem,acho que encontrei o tipo de trabalho ideal para o fazer!...;)
Sei que há quem não acredite;sei que muita gente tem curiosidade;mas é verdade!...sempre que posso e se proporciona retiro prazer do meu trabalho,gozo o sexo como se de uma transacção comercial não se tratasse;tenho orgasmos,e por vezes mais do que 1...
Mediante isto há quem diga:se assim fosse,não cobravas.ERRADO!
Para já prazer e trabalho podem coexistir.
Depois,quando existe quimica para isso,até consigo esquecer que estou a prestar 1 serviço;e pura e simplesmente deixo-me ir...
O que não significa que,mesmo com estes clientes,estivesse com eles sem lhes cobrar.
Mas para mim uma coisa não limita a outra.
Sejamos práticos e directos:eu gosto de sexo!Eu preciso de ganhar €!
Ser Acompanhante permite-me,por vezes,juntar ambas as coisas.
Porque é que isto é errado?...
Acredito que até seja melhor para ambas as partes...1º porque grande parte dos meus clientes não é egoista e preocupa-se que a parceira(mesmo que seja uma prostituta) tenha prazer.Depois porque é certo e sabido que quando fazemos alguma coisa com gosto,fazê-mo-la muito melhor.
Sei que há colegas minhas que não querem/podem/conseguem entregar-se e "curtir" o momento,por muito bom que ele se apresente.
Sei que há inclusivamente algumas que evitam a todo o custo ter prazer e não se permitem "deixar ir"...
Mas,para já,cada pessoa é diferente;e depois há motivos que podem implicar esse "travão" ao prazer.
Tenho colegas casadas,outras com namoros sérios;que não conseguem ter prazer com outra pessoa que não o parceiro;o que eu entendo perfeitamente.Também,pelo mesmo motivo,iriam considerar isso (o ter prazer neste trabalho) como uma traição.
Outras há que apenas vêm nisto um trabalho,querem ganhar o máximo possível fazendo o minimo necessario,encaram o sexo com os clientes como um frete e apenas querem que termine o mais rápido possivel...Mercenárias?...Não sei...Não me cabe a mim julgar ninguém.
Eu tenho a minha forma de estar nesta profissão:claro que também quero ganhar muito €;mas também me quero envolver,quero deixar-me ir,quero gozar,quero continuar a ter orgasmos...
Provávelmente até serei pior que as ditas "mercenárias"...afinal,"uso" o cliente não só para ganhar dinheiro,mas também para ter prazer...
Mas,salvo raras excepções,parece-me que os clientes não se importam nada de ser "usados" desta maneira!...;)

quarta-feira, 13 de julho de 2011

O principe

Acho que desta vez me está a acontecer a mim...
Até tenho medo de acreditar...medo que seja apenas 1 sonho...ou que o sonho se torne num pesadelo...
Já à tempos escrevi sobre o filme Pretty Woman,e o desejo,mais ou menos secreto;mais ou menos consciente,de encontrarmos alguém que goste de nós e de quem nós gostemos;que possa e queira tirar-nos desta vida...
Também sei que já aconteceu com algumas colegas minhas.Com umas resultou e continuam a viver o sonho;já outras regressaram ao mundo sórdido da prostituição...
E,apesar de bem no fundo da minha alma,ter esperança de encontrar esse principe que me resgatasse desta vida à margem da sociedade e me tornasse na sua princesa;a verdade é que nunca acreditei REALMENTE que podesse acontecer COMIGO...Não que eu seja uma coitadinha,mas o meu percurso de vida não foi fácil,e dificilmente coisas boas assim acontecem comigo...
Acho que sempre vi isto como ganhar o euromilhões...
E agora está a acontecer...encontrei 1 principe que me quer salvar e levar para o seu castelo,tratar-me como uma rainha,dar-me tudo com que sonhei...
Mas será que é MESMO verdade?...
Será que este principe é mesmo 1 princípe?
Será que quando o beijar ele não se transforma num sapo?
Será que o sonho é real?
Ou,à espera dele,como estou,e de tudo o que me prometeu;ele não vai aparecer e desiludir-me?
Ele está a caminho...a caminho da minha salvação...mas será que não vai faltar?será que não se vai arrepender?será que é quem diz ser?será que gosta de mim?..
Tantos se...
Será que eu não acordo entretanto e vejo que tudo era apenas 1 sonho do qual acordei com o toque do telefone?
Será possível eu ter esta sorte,esta graça tremenda de ter encontrado o meu princípe?
A ansiedade domina-me enquanto espero que ele chegue...se é que ele vai aparecer...
Porquê eu?-pergunto-me constantemente a mim e a ele.
E porque não eu?-sussurra-me uma vózinha muito tímida dentro de mim.
Se tudo isto for real,e verdadeiro;a quem devo agradecer este recomeço,este renascimento?
Quem pôs este homem no meu caminho?
Passo horas a imaginar...como será o nosso encontro;como será a nossa relação;como me irei integrar num mundo tão mais sofisticado que o meu;se não o irei desiludir;se ele não se vai fartar;se estou à altura dele;se nos vamos entender;se vamos viver um grande amor;tanta,mas tanta coisa....
Assaltam-me incertezas,receios e medos;não só por ele mas também por mim...
Mas ao mesmo tempo sou tomada pela excitação,pela esperança,pela felicidade...
O meu principe...espero por ti,meu doce...

terça-feira, 12 de julho de 2011

Adeus

Não é fácil dizer adeus,quando se gosta de alguém...
Também não é fácil fazê-lo quando sabemos que alguém gosta de nós e que o vamos magoar...
Mas é inevitável ao longo da vida irmo-nos despedindo de pessoas de quem gostamos.Mas nunca se torna mais fácil....
E também não se torna menos doloroso quando alguém de quem gostamos se despede de nós.
Mas acredito que as despedidas,assim como tudo o resto na vida,não são defenitivas.
Há sempre formas e maneiras de matar saudades de quem é importante para nós.
E,em último caso,transportamos dentro de nós as pessoas de quem gostamos...o que nos ensinaram,as experiências que vivemos juntos,as alegrias partilhadas,as zangas saradas,as lágrimas choradas,as palavras ditas,as que ficaram por dizer...
Mas com o tempo,aquilo que era dor torna-se nostalgia;e deixamos de derramar uma lágrima quando nos lembramos desse alguém que nos foi tão querido,e passamos a esboçar 1 sorriso quando evocamos uma recordação...
Sim,porque para mim a vida é feita de sentimentos:bons e menos bons.
Recordações,saudade,amor,alegria,mágoa,tristeza,ódio,pena,nostalgia,felicidade...tudo isto faz de nós aquilo que somos e aquilo que escolhemos ser.E não é por ser prostituta que isto se torna menos real...
Sinto prazer,como qualquer outra pessoa quando tem 1 orgasmo.
Sinto medo quando as coisas não correm bem.
Sinto dor por aqueles que já se foram
Sinto saudades de quem gosto e que,por 1 motivo ou outro,teve que dizer adeus.
Sinto alegria quando oiço o riso do meu filho.
Sinto paz quando ganhei o suficiente para não ter que me preocupar com as contas.
Sinto felicidade quando vejo o meu filho saudável e feliz.
Sinto pena quando vejo um sem abrigo.
Sinto ódio quando leio a notícia de pedofilia.
Enfim...são os sentimentos que me dominam e movem...
São eles que me fazem cair e levantar;errar e continuar em frente...
E o adeus ea saudade fazem parte disso...
Por isso,por mais que custe,se chegou a hora,eu digo:
ADEUS!

sábado, 9 de julho de 2011

Lisboa:o regresso

Regressei ontem do Porto.
Não correu mal,mas ficou aquém das expectativas.
Mas mesmo assim vim mais rica de lá...Não no sentido literal da palavra,mas porque conheci pessoas maravilhosas,que se entregaram e a quem me entraguei;que me receberam com classe,fome e desejo.
Que se despediram de mim pedindo para voltar brevemente.
Que me elogiaram de uma forma generosa,aumentando o meu ego enquanto profissional do sexo,mulher e ser humano.
No Porto,assim como em Lisboa,mas tendo em conta que foi a minha 1ª vez lá;dei e recebi prazer,troquei orgasmos,partilhei pequenos fragmentos de intimidade,troquei histórias de vida.
Em 5 dias percebi que a gente do Norte é como a de Lisboa:há melhores e piores...
Mas dos "meus homens"(sim,já me sinto no direito de os tratar assim) do Norte só tenho bem a dizer...receberam-me com interesse genuino,foram autênticos e generosos;deixaram a sua marca em mim;reconheceram que me queriam mais e mais vezes...
Para mim,é unica a sensacão de vir embora e ver 1 comentário a dizer:"O Porto vai ficar mais triste sem ti"...
Faz-me sentir que,mesmo no mundo da putaria,marquei de alguma forma a diferença;fiz,mesmo que momentaneamente,alguém feliz...
E nem que fosse só por isso,valeu a pena esta minha ida ao Porto.
E fiquei com vontade de voltar...
Mas hoje,de regresso ao meu ninho do amor em Lisboa,recordo também saudosamente os meus homens de cá;que,espero,me venham visitar e amar neste fim de semana chôcho...me venham trazer o sol que teima em não aparecer por detrás destas nuvens escuras...
Por e para eles,vou estar a atender hoje e amanhã das 17h às 24h...

domingo, 3 de julho de 2011

Porto-a chegada

As coisas não começaram bem na minha aventura rumo ao Porto...esqueci-me do telemóvel em casa,só dei por isso quando já ía apanhar o comboio;tive que voltar para trás,acabei por perder o comboio...MERDA!
Depis de 10ms de paragem cerebral a maldizer a minha vida,lá me decido a voltar a casa(4º táxi no espaço de uma hora),ir buscar o carro e arrancar rumo ao Norte.Entre a gasolina e portagens,são 120€...e o valor do bilhete de comboio(46€)também foi à vida...E as 4 viagens de táxi foram mais de 40€...
Conclusão:ainda antes de chegar ao hotel já estou com 1 prejuizo de 200€!...E apanhei uma camada de nervos...e só me apetece chorar...
Que faço????Vou à bruxa?...Vou a Fátima?...
Não!Não me vou render!
No meio deste começo torto,e de chegar bem ao hotel;tomo 1 banho relaxante,falo com o meu filhote e sinto-me animar...Olho para o copo,e bem à minha maneira tento vê-lo meio cheio em vez de meio vazio...
Penso:Bem,o que tinha que correr mal,já correu...a partir de agora só pode melhorar...e vai correr bem,vou conhecer clientes especiais para juntar à lista que guardo carinhosamente dos meus clientes de Lisboa;vou ganhar dinheiro,e vou-me divertir...
Mas a verdade é que já cheguei à mais de 6h e o telefone não toca...o meu ânimo tão duramente conquistado está a ir por água abaixo...
Enfim,não adienta...
pelo menos tenho a consciência de que vim à luta;de que tentei melhorar a minha vida...não estava a correr bem em Lisboa,vim tentar a minha sorte no Porto...Amanhã começa a semana e uma nova etapa vai começar...Uma etapa feliz...
Vou-me deitar,rezar uma oração,e adormecer a acreditar com uma semana de muito trabalho...
E amanhã é um novo dia,e vai ser bom...sei que sim...
O que começou menos bem,vai acabar em beleza...assim o espero...

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Porto

Vou trabalhar para o Porto na próxima semana.
Vai ser a 1ª vez na minha vida de putaria que faço o que nós chamamos "praça".
É mais 1 investimento,mas espero que valha a pena...
Fiz os trabalhos de casa;colegas daqui que costumam lá ir uma vez por trimestre falaram-me em valores em que numa semana se ganha o mesmo que num mês aqui...
Também não vou a contar c/ tanto;não quero sofrer uma desilusão...
Também falei c/ colegas que viviam e trabalhavam cá,mas entretanto foram viver e trabalhar p/ o Porto,e confirmam que vale bem a pena...
Também no Fórum tenho vários confrades a pedir a minha presença no Norte do país;mas daí a aparecerem...
Aproveito que o meu filhote vai de férias c/ o pai,e vou tentar a minha sorte lá em cima...
Vou realmente c/ grandes expectativas,muita ansiedade,e algum receio...
Mas aqui...são 16h e o telefone tocou 2 vezes...É 4ª fª e ainda só fiz 60€...E estamos em final de mês...
Não me quero deixar abater,mas a verdade é que de dia para dia o que se ganha começa a nem dar p/ as despesas...Não sei que mais fazer para contrariar esta situação...Acho que já fiz tudo...Só falta mesmo a praça;a minha última esperança que na semana que vem será alimentada ou destruida...
Mas tenho fé...Se dá certo para outras,porque não para mim?...Eu mereço...Eu não sou pior que elas...
Nem sequer escolhi o hotel mais barato;vou ficar no Mercury no Arrábida Shopping;é central,tem boas condições...enfim...espero que os potenciais clientes gostem...
Quem diria!...ver o Porto como um bote de salvação!...
Veremos se serei bem recebida lá por cima...
Espero mesmo que sim..
Senão...

domingo, 26 de junho de 2011

1 beijo cura tudo

 Li por acaso num saco de papel de uma conhecida marca de roupa a frase "Um beijo cura tudo".
 Esta frase ficou-me na cabeça e trouxe-me à memória sentimentos,acontecimentos,sensações e recordações que se encontravam de alguma forma adormecidos...
 Também me fez reflectir sobre a importância do beijo nas nossas vidas,e de como por vezes é fácil resolver algumas situações aparentemente difíceis...
 Quando penso nesta frase,lembro-me de quando caía em pequenina e me arranhava,de como a minha mãe dava 1 beijinho no "dói-dói" e dizia:Pronto,já passou... E passava mesmo...
 E lembro-me de como a minha avó,quando 1 pedaço de pão ou uma balacha caía ao chão,apanhava,dava 1 beijinho,e dizia:pronto,agora já podes comer...
 Lembro-me de quando estava triste os meus pais me "curarem" a tristeza c/ beijinhos calorosos,beijinhos de amor...
 Lembro-me das saudades horríveis que tinha da minha prima preferida,e de como,quando nos reencontrávamos,dávamos 1 beijo e era como se nunca nos tivéssemos afastado...
 Lembro-me do meu 1º beijo...envergonhado,desajeitado,tímido e c/ sabor a proibido...
1 beijo curou os males da minha infância...
1 beijo iniciou-me na adolescêmcia...
1 beijo no meu pai acabado de falecer acalmou a minha dor e,espero eu,acompanhou-o na sua viagem pelo desconhecido...
 Quando tinha discussões sérias c/ o meu (ex)marido,e depois de passar a raiva,era c/ 1 beijo que lhe pedia perdão,ou que aceitava o dele...
 Foi c/ 1 beijo de uma intensidade até então desconhecida,que dei as boas vindas ao meu filho mal ele acabou de nascer e,ainda sujo da placenta e amachucado do parto,o puseram em cima do meu ventre então dorido... E c/ esse beijo mágico(como o são todos os verdadeiros beijos de amor),curei as dores de parto,o cansaço de o ter feito vir ao mundo,os incómodos de pés e mãos inchados...
 E ainda hoje,na minha idade adulta,o beijo continua a acompanhar-me,a curar-me e a fazer curar...
 Agora sou eu que beijo o meu filho quando ele se aleija e digo:Pronto,amor,já passou...e sinto acalmar o seu choro.
 Sou eu que beijo este ser pequenino e maravilhoso quando chora de tristeza porque um menino já não quer ser amigo dele...e sinto o meu beijo secar as suas lágrimas...
 Sou eu que o cubro de beijos enquanto dorme,repetindo na minha alma:amo-te tanto!E os pesadelos que ele estaria a ter abandonam-no,e muitas vezes 1 sorriso inconsciente desenha-se nos seus lábios adormecidos...
 Depois de uns dias passados c/ o pai,e quando o meu coração já sangra de saudades dele,os beijos do meu filho curam a minha saudade e ansiedade...
 É através de um beijo que demonstro à minha irmã o quanto gosto dela...

E por isso,sim!1 beijo cura tudo...tristeza, dor,saudade ,cansaço,solidão,perca,culpa,zanga,raiva...1 beijo dado e/ou 1 beijo recebido...o seu poder diz mais que milhares de palavras juntas,transmite mais sentimentos que o melhor dos poemas,acompanha-nos na vida e na morte...
 Talvez por isso eu goste tanto de beijar e de ser beijada...porque assim estou a ser curada...

sexta-feira, 17 de junho de 2011

Uma grande MULHER

Ontem tive o enorme prazer e honra de verdadeiramente conhecer uma mulher excepcional,a que dá vida a uma colega minha.
 Esta menina/mulher é 1 exemplo de coragem,força,sobrevivência,luta e sofrimento...
Ao pé dela sinto-me pequena e mesquinha,pois nenhum dos meus problemas se compara ao sofrimento que esta mulher já passou...qualquer triste história que tenham ouvido,nada é quando comparada com a dela...
Esta mulher é uma fénix,que morreu e renasceu das suas própias cinzas,fez do seu sofrimento 1 motor de luta,transformou as suas lágrimas em sorrisos.
Fez agora os 30,mas a sua cara parece a de uma colegial;os seus olhos não denotam nenhuma amargura;a sua bondade não deixa adivinhar o mal que já lhe fizeram;a sua postura calma em nada denuncia os tormentos que já viveu...
É uma Senhora,c/ cultura,educação;sabe estar,é divertida,e é uma mãe extremosa.
E através da sua história,consegui absorver mais o quanto as aparências iludem...
De origem Africana,foi vendida quando recém nascida,trocada por meia dúzia de moedas...
Foi violada,abusada e espancada...
Desses abusos resultou uma gravidez aos 13 anos que a sua mãe adoptiva obrigou a interromper.Essa situação foi tratada por uma carniceira que a deixou com dores monstruosas,uma anemia p/ a vida e o bebé ficou lá à mesma.Após 15 dias de sangramentos abundantes e dores alucinantes,numa ida à casa de banho,esta fénix sente sair aquilo que viu serem 2 fetos já formados...P/ além da brutalidade psicológica desta situação,houve o perigo de vida;mas mesmo assim foi-lhe negado acesso a cuidados  médicos .A recuperação física foi lenta e dolorosa,mas a psicológica..essa só se fez anos mais tarde...
Esta menina/mulher juntou-se a pessoas que não seriam a melhor das companhias,e aos 15 anos engravidou de 1 bebé que hoje é um excelente rapaz,gravidez essa que ela escondeu até não poder mais,para a criança não ir parar ao lixo como aconteceu com os anteriores.Juntou-se ao pai da criança e juntos iniciaram aquilo que poderia ter sido uma bonita familia...mas que não foi...sofreu novos abusos,novos maus tratos,viu-se envolvida em negócios ilícitos e acabou por ser presa aos 19 anos.
Durante 7 anos,não pode acompanhar o crescimento do seu rebento,que foi entregue aos avós.Além de que perdeu tudo aquilo que tinha.
C/ 26 anos,1 filho,s/ nada,nem emprego,nem estudos,e ex-presidiária;esta mulher agora renascida decidiu que daria ao seu filho o melhor que poderia e tornou-se acompanhante...
E p/ mimé uma honra e 1 previlégio conhecer este ser humano maravilhoso...este exemplo de vida e força...esta mãe coragem.
Só por ela já valeu a pena ter entrado na "putaria"!...
Obrigada,minha amiga!

sábado, 11 de junho de 2011

O Alentejo

O nosso Alentejo é algo de impagável...
É para cá que venho qd preciso de retemperar forças,abstrair-me do mundo,ou simplesmente qd quero 1 pouco de sossego e simpatia.
As gentes Alentejanas são pessoas simples,simpáticas,dadas,generosas e acolhedoras.
Têm o condão de,mesmo num sítio onde nunca tenhamos estado,nos fazerem sentir em casa...
A hospitalidade dos Alentejanos dá-me alegria e esperança...
A sua conversa desinteressada e simples faz-me voltar a acreditar na bondade e autenticidade humanas...
As suas casinhas caiadas,todas elas muito limpas e c/ o tradicional rebordo amarelo ou azul;permitem-me limpar da pressão dos grandes edfícios da Capital...
A calma e sosssego que aqui se respira faz-me esquecer das filas de trânsito das grandes cidades...
A vida pacata que vai passando e sendo apreciada,faz-me pensar se realmente eu me dou tempo p/ viver a minha vida,ou simplesmente corro atrás dela...
É aqui,no silêncio do Alentejo,que me torno a encontrar a mim própia;qual criança que retorna ao útero materno...
É aqui que coloco a minha vida em perspectiva,reflectindo e questionando se a forma c/o a tenho vivido é a melhor ,ou a mais feliz...
Após lufadas de ar puro de um lugar que não conhece o stress,sinto que a calma se apodera de mim,permitindo-me ver tudo c/ mais clareza,c/ menos intolerância...
É no coração do Alentejo que ouço o meu própio coração,e onde consigo ter tempo,espaço e disposição p/ defenir e emendar as linhas orientadoras da minha vida...
É tb aqui que descubro os melhores e mais simples prazeres da vida...1 merenda ao pôr do sol c/ o queijo,as azeitonas ,os enchidos e o pão que a gente da terra faz e oferece c/ aquele carinho que só eles sabem dar...Regado pelo excelente vinho da terra,único em caracteristicas e sabor...
E ao som do chilrear dos melros,e ouvindo o sotaque deste povo genuino,descubro as respostas p/ as minhas duvidas,as soluções p/ as minhas inquietações,a resposta às minhas preces...
E ao meter-me no carro de regresso a Lisboa,agradeço a este Alentejo da minha alma por me deixar fazer parte dele...
E vou mais leve,mais feliz;mas tb deixo aqui 1 pouquinho de mim...e uma lágrima marota despede-se...

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Fétiches

Já vos falei nas taras mais "diferentes" com que fui confrontada.
Hoje quero-vos falar de algo mais soft:os fétiches.
Os fétiches são desejos diferentes do habitual,mas mais comuns e menos bizarros que as taras.
Vou começar por descrevê-los por ordem decrescente de pedidos:
-Chuva dourada=é uma constante.Não passa uma semana s/ que me perguntem ao telefone se o faço.A 1ª vez que o fiz,foi complicado...para já,não sabia o que era;depois disso esclarecido,estive uma hora a beber água,e mais água e quando preciso de ir fazer xixi,não posso;tenho que aguentar até o cliente chegar.Felizmente não demorou muito mais...Mas 1º ele queria beijos,apalpanços,sexo oral e até penetração...aguentei-me até ao sexo oral,após o que lhe disse que se me penetrasse,eu fazia xixi na hora.Ele então não quiz,deitou-se no chão onde eu já tinha posto lençóis e toalhas de barriga p/ cima,mandou-me abrir as pernas e ficar meio agachada de pé,por cima dele e virada p/ ele,e c/ a minha c*na bem perto da cara dele.Começou a masturbar-se e pediu p/ eu fazer o mesmo,começou a acelarar e grita-me agora!finalmente aliviei a bexiga!E ele bebeu quase tudo,enquanto se vinha abundantemente...
-Sodomização=é também das fantasias mais pedidas.Básicamente,o homem gosta de ser penetrado,mas não por outro homem;quer uma mulher que acrescenta um sexo de homem falso a enrab*-lo s/ dó nem piedade...E olhem que os vibradores de cintura costumam ser bem avantajados!...Estes clientes têm orgasmos fortes,brutais e mais longos que o habitual.
Sei que há quem ache que este fétiche representa no fundo 1 desejo homossexual em homens que são homofóbicos...Eu pessoalmente não concordo...Talvez por gostar de sexo anal,e essa parte da anatomia ser igual no homem e na mulher(c/ mais ou menos pêlos;));e saber que é uma zona c/ muitas terminações nervosas;compreendo que ambos possam retirar prazer deste tipo de relação sexual.
-Botão de rosa=não é incomum perguntarem se faço...Desculpem se ofendo alguém,mas...que nojo!!!C/o é que 1 homem que eu não conheço espera que eu lhe lambe,beije e sugue o ânus?....Aqui está 1 fétiche que eu não faço...esqueçam...se me quiserem fazer,é c/ o cliente,agora,eu fazer...fora de questão!
-Virem-se na cara=é bastante comum homens que,depois de perguntarem se eu faço oral até ao fim s/ preservativo,e eu responder que não(pois não faço mesmo!),pedirem p/ se virem na minha cara...Claro que respondo que não,mas fico a pensar c/o é que,não fazendo eu oral até ao fim s/ protecção,esperem que eu aceda a este desejo...o perigo de transmissão de DST´S p/ mim continuaria a ser enorme!!!!Será que estes homens não pensam,ou c/o o risco seria só meu,são tão egoistas que não querem saber?....

Bem,deixo-vos aqui o inicio deste relato.
Tenho muito mais p/ vos contar,mas fica p/ o próximo capitulo...
Vão passando...
Beijocas.

sábado, 4 de junho de 2011

O regresso

Voltei!
Regressei ao trabalho após uma "recachutagem" na parte do meu corpo que me entristecia.
Estive 1 mês parada.1 mês de cirurgia,dores e recuperação.1 investimento.Em mim,na minha auto-estima,no meu trabalho c/o Escort.
Fotos novas,num novo site:Mariana Rodrigues no Apartado X.
E agora a esperança do retorno...
A expectativa de que a minha nova e melhorada aparência seja devidamente apreciada pelos meus clientes...e que me traga mais...
O reconhecimento da minha constante procura de agradar,de melhorar o que ´ está menos bem...de me aperfeiçoar...por e p/ os clientes.
O receio de que não tenha valido a pena...de que o retorno económico não justifique o investimento...de não agradar...
Sim,eu sei,se melhorei,e no íntimo continuo a mesma;então não há o que recear...
Mas existem momentos de insegurança...existem receios...dúvidas...fantasmas...
P.ex.,hoje estou a trabalhar desde as 18h,mas ainda não tive sequer uma marcação...
Sim,podem estar na praia...ou em família...ou não saberem...Mas...MAS...
Este é o meu regresso!
Tem tudo p/ ser 1 sucesso...mas...
É 1 regresso timido,mas orgulhoso;positivo mas c/ receios;atrevido mas c/ medos;crente mas nervoso...
Sei que vou agradar...sinto que a minha vida profissional(e automáticamente a pessoal) vai melhorar.Sei que tudo fiz p/ melhorar e agradar;e por isso serei recompensada...é a lei cósmica...nada pode dar errado,pois não?...
Este não só é 1 regresso ,é O REGRESSO!
O regresso da Eva,que agora tb tem o nome de Mariana Rodrigues.
O regresso da mulher que luta,e que c/ o seu esforço vence.
O regresso da mãe que sózinha sustenta o seu filho.
O regresso da Acompanhante que tudo faz p/ agradar aos seus homens,p/ os fazer felizes...
Será que eles me vão fazer feliz a mim?...
Será que sentiram a minha falta?...
Será que vão festejar o meu regresso?...

quinta-feira, 2 de junho de 2011

A minha 2ª vez c/ 2 homens:o paraíso dos sentidos

Eram 16h qd o x me liga.Estou em Lisboa.Queres ir jantar?
Claro! respondi,já antecipando uma noite de surpresas e prazer.
E não me enganei...
Queres que leve 1 amigo?
Humm,respondo,meio na dúvida,lembrando-me da minha outra experiência.
Não te preocupes,diz o x,é 1 miudo novo,bem formado,mulato,meiguinho.E vamos jantar os 3 p/ vocês se conhecerem,beber 1 copo,e depois se não quiseres,ficamos só nós.
Concordei,sentindo já 1 arrepio de prazer e excitação.
Fui ter c/ o x ao hotel indicado,após o que fomos a 1 restaurante altamente sugestivo:Afrodite.
Já lá estava o outro amigo.Gostei da pinta dele.Algures entre o tímido e o atrevido;)
Entre aquelas iguarias c/ nomes altamente sugestivos,aquele ambiente intimista e sensual;fomos os 3 jogando 1 jogo de sedução,desejos velados,promessas p/ (não) cumprir...
Embalados pelo ambiente,pela música,pela bebida,e pela luxúria;seguimos p/ o hotel do x.
Ao entrarmos no 4º já os tinha os 2 a apalparem-me,mãos a percorrerem o meu corpo,qual polvo a tomar conta de mim...
Sinto beijos,de 1,de outro,dos 2 em simultâneo;beijos sedentos,loucos,perdidos;enquanto a roupa me ía sendo retirada...
Ardo de desejo qd sinto uma língua conhecedora no meu sexo,a saboreá-lo,explorá-lo;enquanto 1 membro rígido entra na minha boca exigindo ser lambido,chupado,sugado...
Sinto bocas e línguas percorrerem todos os recantos do meu corpo,levando-me à loucura mesmo antes da penetração.
O x deita-se e eu momto-me em cima dele,cavalgando até ao infinito,enquanto o outro se masturbava bem perto de mim...cheguei ao 2º orgasmo rápidamente...
Nisto,o outro sodomiza-me gentilmente;e eu estou ali,duplamente penetrada,areceber estocadas ora meigas ora mais fortes;enquanto que ao ouvido me são ditas palavras ora amorosas ora obscenas...
Sinto-me predida...perdida de prazer,de tesão,de exaustão...
A dupla penetração torna-se agora extremamante intensa,os cheiros misturam-se,os suores confundem-se;e mais uma vez me perco naqueles segundos de paraíso,em que expludo,saindo de mim p/ a mim tornar...Sou seguida pelos meus companheiros,que satisfeitos saem de mim.
Penso que acaba ali aquela aventura,mas engano-me
Deitamo-nos os 3 na cama,comigo no meio,e começo a receber festinhas e miminhos...não sei de qual deles,nem me interessa...estou esgotada de prazer...recebo uma massagem relaxante,que me faz adormecer...
Qd acordo na manhã seguinte,já nenhum dos 2 lá está.
Tenho 1 recado do x na bandeja do pequeno-almoço,a dizer:dormias tão bem que parecias 1 anjo...Não te quiz acordar.Toma este pequeno almoço p/ repores as energias ;).A noite de ontem foi mágica...Temos que repetir em breve...
Sorri ao recordar...

quinta-feira, 26 de maio de 2011

A minha 1ª vez c/ 2 homens

Foi 1 desastre!
Não que tenha acontecido algo de desagradável,mas pura e simplesmente não funcionou p/ o propósito...
Recebi 1 telefonema do tal meu amigo c/ quem tinha estado c/ outra mulher.
Já foi à uns anos,ainda eu não imaginava vir a fazer isso por dinheiro...
Bom,nesse telefonema,o meu amigo,a que darei o nome de x,pergunta-me se quero experimentar algo diferente.E eu,aborrecida c/ a monotonia da minha vida,pensei logo em acrescentar uma pitada de sal.
Fui ter ao hotel onde ele estava hospedado,vestindo apenas uma lingerie c/ uma gabardine por cima,e rezando pelo caminho p/ não ter 1 furo ou algo do género.;)
A nossa intimidade-minha e do x-ainda hoje é enorme,adoramos estar 1 c/ outro,de uma forma até assexuada,dado o nosso grau de amizade.É a ele que eu telefono qd me sinto só,ou tenho algum problema.
Abraços,beijinhos,bebida,pôr a conversa em dia,e chega uma altura em que eu lhe pergunto qual é a novidade que ele tem preparada p/ mim.
Serve-me 1 uísque,e pede-me p/ confiar nele,algo que sempre fiz e farei,seja em que situação for.
Nesta altura já ele estava nu e eu em lingerie.
Venda-me os olhos,despe-me e deixa-me à espera...
Eu s/ saber o que estava a acontecer,mas ouvindo uma respiração pesada muito perto de mim...começo a ficar excitada...
Sinto 1 líquido ser derramado sobre mim e lambido por uma língua ávida...começo a sentir o meu clitoris latejar de desejo...a respiração dele a ficar ofegante...sou lambida,chupada,bebida até rebentar numa boca que esperava beber de mim...
Não tires a venda,diz o x.Obedeço.
Oiço bater à porta do 4º,e alguém entrar.
Oiço uma voz de homem pedir desculpa pelo atraso(eu já tinha chegado à mais de 3 h),e exclamar:que rica coninha!
Sinto osmeus mamilos a serem sugados,c/o se alguém esperasse que deles saísse leite...depois gentilmente trincados...Enquanto isso sinto 1 sexo duro junto da minha boca a pedir p/ entrar,p/ ser tb ele lambido,chupado,abocanhado,até dele sim,jorrar leite que é direccionado p/ as minhas mamas...
Estou novamente a latejar de desejo,e a preparar-me p/ o 2º ataque,qd sinto uma língua gelada,áspera a tentar explorar a minha vagina...Blag!Encolho-me de desagrado e nojo,tentando fugir daquele pedaço de carne que transforma em gelo todo o fogo que me consumia segundos antes.
Tiro a venda e faço sinal ao x,o que é suficiente p/ ele despachar o convidado.
Desculpa,digo-lhe eu.
Não sejas tonta,responde o x.
O que importa é sentirmo-nos os 2 bens.
Além do mais,tu já marcas-te 1 golo e eu tb,diz,rindo-se.Quem se lixou foi ele...!

sexta-feira, 20 de maio de 2011

Pena...

Conheci-te hoje.
Numa marcação prévia mais ou menos dentro do normal:e após muita conversa pelo msn.
Senti que te conhecia antes...
A química foi brutal e imediata!
Já éramos quase amigos de todas as confidências que fizémos 1 ao outro em forma de letras num écrã de computador...tu deste-te a conhecer s/ preâmbulos,medos ou hesitações...
Contaste-me a tua história,e a história dentro da história...
E eu dei-te a conhecer não só a Eva,mas tb a .....
Na tua inteligência e humildade de pecador,não as separaste,bem pelo contrário,descobriste a mulher que é a soma das duas,aceitaste-a e por ela te encantas-te...não só pela Eva,nem só pela ...,mas pelas duas juntas.
Começas-te por me contactar porque querias alguém na tua vida que preenchesse a tua solidão,acalmasse os teus desejos,saciasse os teus instintos...tudo isto s/ pressões,nem controlo,nem compromisso.
Ainda mal curado de 1 recente desgosto de amor,não querias correr esse risco novamente...
Sentiste-te usado nessa relação que te roubou a paz de espírito e noites de sono.
E assim,sentiste-te protegido ao procurar uma relação mais ou menas fixa c/ uma Prostituta de luxo(desculpa,sei que não gostas que fale assim de mim!),onde poderias ser tu a usar,ser servido e não sofrer...não o disses-te bem assim,mas li-o nas entrelinhas.
Mas a conversa franca e liberta que podíamos ter 1 c/ o outro nas pontas dos nossos dedos,e depois este nosso encontro em que desejas-te ter-me beijado e eu desejei que o tivesses feito;toda a tua teoria caiu por terra,arrastando-me nessa lama de confusão,desejo,e algo mais...
Perguntas-me se podes ser meu amigo...respondo-te que sim,quando queria era perguntar se era só isso que querias...
Quando chegas-te ao pé de mim estavas nervoso,tímido e não te senti relaxar naquela hora que estivémos juntos...percebi que o que te dava protecção não era a roupa,nem o €,nem o emprego bem sucedido...era o anonimato de 1 teclado,o estar perto s/ estar junto,o desconhecido e a ausência física...
Parece-me que te queres dar,s/ no entanto teres bem a certeza se o queres realmente,ou se o consegues...macaquinhos no sótão,foi c/o lhe cahamas-te.E,sim,meu querido,também eu tenho os meus....
Abalas-te as minhas prioridades e os alicerces da Eva...
Fizeste-me desejar ter uma vida "normal",em que poderia arriscar numa relação s/ os medos do que isso possa fazer à minha profissão,ao meu sustento...
Mas não tenho...
E hoje fizeste-me ter pena de não o ter...

segunda-feira, 16 de maio de 2011

A minha 1ª vez c/ outra mulher

Era novinha,18 anos.Não fazia isto,nem imaginava algum dia ser Acompanhante de Luxo.
Era apenas uma miúda bonita e sensual c/ uma sede desmedida de viver a vida,de a beber...
Não sabia bem como;não tinha planos;só queria deixar-me ir...
Um dia de primavera,na minha folga,recebo 1 telefonema de uma amiga e colega de trabalho c/ quem me dava muito bem.Disse-me que tinha alugado 1 4º num motel não muito longe,que já tinha encomendado o jantar,e disse-me tb p/ ligar a 1 amigo que saía sempre connosco,p/ combinar tudo.
De todos eu era a mais nova e,c/o vim a descobrir depois,a mais ingénua...
Ao jantar,à luz das velas,senti-me a raínha do nosso encontro:era servida na boca por ela e por ele,sugando os seus dedos...A minha amiga lambeu-me ao de leve no canto da boca c/ a desculpa que me estava a limpar...senti 1 arrepio estranho a subir-me pela espinha,de vontade,tesão,medo e expectativa do que estaria p/ vir...
O nosso amigo volta da casa de banho completamente nu,alegando que se sentia mais à vontade...achei excitante,mas não era novidade aquele corpo p/ mim.
Quando olho p/ o lado,a minha "predadora" já se encontrava somente em tanga...Senti-me quente e molhada de desejo...Eles começam os 2 a despir-me,a beijar-me;e eu parecia uma expectadora do meu própio acto...
Ele senta-se num sofá em frente àquele onde ela se atirou a mim,e começou a masturbar-se...
Tudo lento,meigo e agressivo,provocando um desejo doloroso...
Sinto a lingua dela a explorar a minha boca,exigindo a minha lingua na dela...sussurra-me ao ouvido palavras ora meigas,ora obscenas;fazendo-me gemer de tesão...Tinha-me onde e c/o queria...Continuou a acariciar-me,descendo,ora lambendo,ora chupando,ora beijando...
Mordiscou-me os mamilos tesos c/ a mestria que só outra mulher sabe fazer...lambeu-me no baixo ventre,s/ tocar na minha zona genital...o desejo era tanto que doía!...Lambeu-me e mordeu-me ternamente o interior das coxas,fazendo-me dançar num pedido desesperado que me comesse...
E s/ pressas soprou p/ a minha vagina,que já se encontrava entumescida de tanto desejo,lambeu-me os grandes lábios...depois os pequenos...devagar...e quando eu já suplicava p/ que ela me f*desse,senti o meu clítoris preso nos seus lábios,sendo massajado pela sua língua,chupado e meigamente torcido;fazendo-me sentir uma vertigem louca,1 salto p/ o abismo de onde não queria voltar...E quando,já não aguentando mais,agarro-lhe a cabeça e grito:Agora!,sinto-me explodir na sua boca,deixando escorregar o meu mel p/ a lingua que já estava bem dentro da minha vagina,enquanto o seu nariz continuava a roçar o clitorís...
Completamente inerte devido ao melhor e mais prolongado orgasmo que tinha tido até então,rendo-me à preguiça deliciosa da saciedade.
Mas a minha "predadora" ainda não estava satisfeita...vim-me mais 2 vezes na sua boca nessa noite...violentamente,selváticamente,mas também doce e ternamente...
Não retribuí aquilo que me foi feito,limitei-me a gozar estupidamente!
E quando regresso da casa de banho estão os 2 a comerem-se desesperados,famintos,perdidos num mundo que,pergunto-me,será parecido c/ aquele em que eu tinha estado momentos antes...
Vesti-me,fechei a porta,e c/ 1 sorriso idiota julguei ter descoberto um outro mundo...

terça-feira, 10 de maio de 2011

Tu

Partiste...
tal como apareces-te...em silêncio,s/ aviso,s/ promessas,s/ compromissos...
Mas não quiz que fosses s/ uma marca minha...não sei que marcas possa ter gravado em ti,no teu ser ,na tua alma;se é que porventura te marquei de alguma forma...
Porque tu não dizes;ouves em silêncio,amas-me c/ paixão e sofreguidão,apareces sempre que mais preciso de ti,mas...em silêncio...
Cada vez que fazemos amor sinto o desespero de que possa ser a última vez...e amo-te sempre como se fosse a última.Cada gemido de prazer e luxúria é 1 adeus;cada orgasmo 1 pedido que voltes...
Desfaço-me em ti quando te entregas a mim;bebo com avidez esse momento raro e único em que és meu...quando estás dentro de mim consigo ler 1 pouco do teu silêncio,sentir também a tua ansiedade.Mas no abraço que se segue sinto que te estou novamente a perder,porque na realidade nunca foste meu...
E agora partiste e eu fiquei sózinha,desamparada,confusa...
Mas,se nunca chegas-te realmente a estar cá,como posso sentir que me deixas-te?...
É que,sabes,tu ficas-te gravado em mim!Qual tatuagem enorme,que cobre permanentemente o corpo,assim tu ficas-te tatuado na minha alma...a fogo,a amor,a dor,a esperança,a felicidade,a lágrimas,a risos...
Impregnaste-te em mim de uma forma impossível de tirar;e p/ onde for,é sempre contigo que estou...quando estiver nos braços de outro homem,é a ti que vou sentir;quando mergulhar no mar estarás comigo,quando misturar o meu suor c/ o de outra pessoa,é contigo que o estou a misturar;quando sentir o sabor agridoce do sémen na minha boca,é a ti que estou a beber...
E mesmo que 1 dia venha a engravidar de outro homem,será teu o filho que irei gerar no meu ventre...
Porque tu fazes parte de mim,estás em mim,e eu só existo como uma manifestação tua.
Não sei o que sentes...
nem sei ao certo se sabes a forma como te apossas-te de mim....
Nada prometes-te;nada exijo...
Aceito apenas o que queres dar...
Nada dizes,nada pergunto...
Mas não consigo evitar sentir-te em mim...
Apareces-te e eu acolhi-te,como se sempre tivesse estado à tua espera...
E agora partiste,e eu deixo,em parte,ires-te embora.Em parte,sim,porque as marcas que deixas-te em mim transformaram-me naquilo que sou hoje...e ao fazeres parte de mim,jamais poderás partir de vez...
Porque tu não podes ser eu,porque és demasiado livre para seres seja de quem for,até de ti própio...Mas eu...eu sou tu...e assim estarás sempre comigo....