A vida de uma Acompanhante de luxo

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Para ti

Apareces-te no meu mundo e na minha vida sem eu esperar...Não te fizeste anunciar,não te identificas-te;nem sequer mencionas-te quem eras...
Dás-me a visão de 1 mundo para mim totalmente desconhecido;que me assusta e me atrai ao mesmo tempo...
Ofereces-me a vida e a salvação...
Desconfio,recuso,aceito.
Transformas sentimentos num negócio,não sei se para te enganares a ti ou a mim...
Poder,dinheiro e sexo;parece ser apenas este o teu mundo.E,apesar das jóias,das roupas,das viagens,do luxo;é 1 mundo que me atormenta pela sua (aparente) superficialidade...estranho,não é?,eu,a prostituta,a sentir que não pertence a 1 mundo onde o dinheiro é rei...
Mas foi o que senti na altura...poder não me interessa;sexo ainda menos;manipulações amedrontam-me e a futilidade enoja-me...
Mas tu disseste-me para não ter medo...
E ,aos poucos,muito subtilmente,foste deixando cair a máscara...e disseste que sim ao meu pedido de amor...mas exigis-te muito em troca..porque não podias deixre de ostentar o teu poder...
Mas eu,também muito lenta e subtilmente,fui começando a enamorar-me de ti...
O que nenhum de nós contava,é que o destino não se deixa manipular...é que o poder,neste caso infelizmente,nem sempre é válido...
Lemro-me de 1 dia me teres dito que eu te estava destinada...achei bonito na altura.Só agora me apercebo que ninguém manda no destino.E,infelizmente por ti e por mim,estavas enganado,meu amor...
Embarcaste numa viagem em que não te posso seguir...E é uma viagem sem retorno...
Queria despedir-me de ti;dizer-te que não estás só na hora da partida.Queria que,nem que por pouco tempo,se cumprisse o que dizias:Estás-me destinada...
Mas tu não queres 1 adeus...nem sequer aceitas a mão que te estendo...
E eu sofro,choro e sangro...por ti...por mim...
Mas acredita,que,de alguma forma;mesmo não sabendo quem és,te mantenho comigo,no meu coração.
Acredita que viverei em sonhos a vida que não pude ter contigo.
E,se algum dia realizar o sonho de ter outro filho,irei pôr-lhe o teu nome.
Porque tu foste o meu sonho inacabado...a minha esperança escondida...
E,porque amanhã iria ser o 1º dia do resto das nossas vidas,preparei-me tal como te disse que faria:tenho o vestido e os sapatos que iria usar,e na minha agenda tenho a página preenchida com o teu nome...
O destino pregou-nos uma rasteira;mas não vou baixar os braços...Tentarei,não sei bem como,que amanhã seja o 1º dia do resto da minha vida.E,se realmente nos estamos destinados,numa outra vida,num outro universo,iremos estar juntos...
Para ti,que jamais esquecerei...
Se não posso evitar a tua partida,então que o faças de forma feliz e serena...
E que saibas que não estás só...
Obrigada por me teres mostrado 1 sonho...

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Traída

 Sinto-me traida!Por mim,pelos homens que conheci e que me prometeram tanto sem nada dar,pela vida que ajuda os que enganam e mentem e se esquece dos que lutam.
Traída pelo destino que não me permite sair desta vida,depois de me fazer sentir destinada a outra...
Traída pela morte,que nos rouba os que amamos,os que nos amam,os que nos poderiam vir a amar...
Traíada por me ter permitido acreditar e sonhar numa vida bem melhor...traída pela minha confiança,esperança,ingenuidade e também egoismo e ambição...
Traída por valores de que não me consigo libertar,e que me impedem de ir mais longe...
Traída pela esperança,que deu lugar ao desespero...
pela alegria,que deu ligar à tristeza...pela dúvida,que deu lugar a uma certeza nua,crua e fria...
Traida pelo meu optimismo,que me abandona tantas vezes,e me deixa perdida no meio das lágrimas...
Traída por sentir dolorosamente a perca de alguém que nunca chegou a ser meu...traida pelos sonhos que não realizei,mas que tanto desejei...
Traida por ser 1 joguete nas mãos de desconhecidos poderosos e endinheirados...
Traida por ter entrado num mundo do qual desconheço todo o tipo de regras e manhas...
"Os meus amores morrem mesmo antes de nascerem".Podia aplicar esta frase de uma personagem de 1 livro de Paulo Coelho a tantas coisas da minha vida...a algumas que literalmente aconteceram assim,e outros de forma figurada...vejo constantemente a vida fugie-me por entre os dedos,sem eu ter forças ou meios para agarrá-la...vejo as promessas chegarem e partirem sem se concretizarem...vejo a esperança dos sonhos querer instalar-se,mas eu não o permitir...Sinto o amor bater à minha porta de uma forma tímida e apagada,e eu nem o ouvir...
Acredito que a nossa vida está nas nossas mãos.Acredito,por isso,que somos responsáveis por ela.E,assim sendo,em 1º e ultimo lugar,eu sou a minha principal traidora.Amo quando e quem não devo;acredito no irreal;espero o inalcansável;fujo da responsabilidade de ser feliz;deixo que outros comandem os meus passos e os meus sentimentos;acredito nos mentirosos;desconfio dos honestos;duvido de mim;sonho com o impossível;não aceito o momento;espero que me salvem,esquecendo que a única pessoa que me pode salvar sou eu própia...Vejo luz no meio da escuridão;não encontro a saída quando ela está mesmo à minha frente...
Traio-me constantemente,a cada passo,cada hora,cada minuto.
Traio-me,quanto mais não seja,quando permito que outros o façam...

sábado, 16 de julho de 2011

Trabalho

Sempre me disseram para ter prazer no trabalho.
Ora bem,acho que encontrei o tipo de trabalho ideal para o fazer!...;)
Sei que há quem não acredite;sei que muita gente tem curiosidade;mas é verdade!...sempre que posso e se proporciona retiro prazer do meu trabalho,gozo o sexo como se de uma transacção comercial não se tratasse;tenho orgasmos,e por vezes mais do que 1...
Mediante isto há quem diga:se assim fosse,não cobravas.ERRADO!
Para já prazer e trabalho podem coexistir.
Depois,quando existe quimica para isso,até consigo esquecer que estou a prestar 1 serviço;e pura e simplesmente deixo-me ir...
O que não significa que,mesmo com estes clientes,estivesse com eles sem lhes cobrar.
Mas para mim uma coisa não limita a outra.
Sejamos práticos e directos:eu gosto de sexo!Eu preciso de ganhar €!
Ser Acompanhante permite-me,por vezes,juntar ambas as coisas.
Porque é que isto é errado?...
Acredito que até seja melhor para ambas as partes...1º porque grande parte dos meus clientes não é egoista e preocupa-se que a parceira(mesmo que seja uma prostituta) tenha prazer.Depois porque é certo e sabido que quando fazemos alguma coisa com gosto,fazê-mo-la muito melhor.
Sei que há colegas minhas que não querem/podem/conseguem entregar-se e "curtir" o momento,por muito bom que ele se apresente.
Sei que há inclusivamente algumas que evitam a todo o custo ter prazer e não se permitem "deixar ir"...
Mas,para já,cada pessoa é diferente;e depois há motivos que podem implicar esse "travão" ao prazer.
Tenho colegas casadas,outras com namoros sérios;que não conseguem ter prazer com outra pessoa que não o parceiro;o que eu entendo perfeitamente.Também,pelo mesmo motivo,iriam considerar isso (o ter prazer neste trabalho) como uma traição.
Outras há que apenas vêm nisto um trabalho,querem ganhar o máximo possível fazendo o minimo necessario,encaram o sexo com os clientes como um frete e apenas querem que termine o mais rápido possivel...Mercenárias?...Não sei...Não me cabe a mim julgar ninguém.
Eu tenho a minha forma de estar nesta profissão:claro que também quero ganhar muito €;mas também me quero envolver,quero deixar-me ir,quero gozar,quero continuar a ter orgasmos...
Provávelmente até serei pior que as ditas "mercenárias"...afinal,"uso" o cliente não só para ganhar dinheiro,mas também para ter prazer...
Mas,salvo raras excepções,parece-me que os clientes não se importam nada de ser "usados" desta maneira!...;)

quarta-feira, 13 de julho de 2011

O principe

Acho que desta vez me está a acontecer a mim...
Até tenho medo de acreditar...medo que seja apenas 1 sonho...ou que o sonho se torne num pesadelo...
Já à tempos escrevi sobre o filme Pretty Woman,e o desejo,mais ou menos secreto;mais ou menos consciente,de encontrarmos alguém que goste de nós e de quem nós gostemos;que possa e queira tirar-nos desta vida...
Também sei que já aconteceu com algumas colegas minhas.Com umas resultou e continuam a viver o sonho;já outras regressaram ao mundo sórdido da prostituição...
E,apesar de bem no fundo da minha alma,ter esperança de encontrar esse principe que me resgatasse desta vida à margem da sociedade e me tornasse na sua princesa;a verdade é que nunca acreditei REALMENTE que podesse acontecer COMIGO...Não que eu seja uma coitadinha,mas o meu percurso de vida não foi fácil,e dificilmente coisas boas assim acontecem comigo...
Acho que sempre vi isto como ganhar o euromilhões...
E agora está a acontecer...encontrei 1 principe que me quer salvar e levar para o seu castelo,tratar-me como uma rainha,dar-me tudo com que sonhei...
Mas será que é MESMO verdade?...
Será que este principe é mesmo 1 princípe?
Será que quando o beijar ele não se transforma num sapo?
Será que o sonho é real?
Ou,à espera dele,como estou,e de tudo o que me prometeu;ele não vai aparecer e desiludir-me?
Ele está a caminho...a caminho da minha salvação...mas será que não vai faltar?será que não se vai arrepender?será que é quem diz ser?será que gosta de mim?..
Tantos se...
Será que eu não acordo entretanto e vejo que tudo era apenas 1 sonho do qual acordei com o toque do telefone?
Será possível eu ter esta sorte,esta graça tremenda de ter encontrado o meu princípe?
A ansiedade domina-me enquanto espero que ele chegue...se é que ele vai aparecer...
Porquê eu?-pergunto-me constantemente a mim e a ele.
E porque não eu?-sussurra-me uma vózinha muito tímida dentro de mim.
Se tudo isto for real,e verdadeiro;a quem devo agradecer este recomeço,este renascimento?
Quem pôs este homem no meu caminho?
Passo horas a imaginar...como será o nosso encontro;como será a nossa relação;como me irei integrar num mundo tão mais sofisticado que o meu;se não o irei desiludir;se ele não se vai fartar;se estou à altura dele;se nos vamos entender;se vamos viver um grande amor;tanta,mas tanta coisa....
Assaltam-me incertezas,receios e medos;não só por ele mas também por mim...
Mas ao mesmo tempo sou tomada pela excitação,pela esperança,pela felicidade...
O meu principe...espero por ti,meu doce...

terça-feira, 12 de julho de 2011

Adeus

Não é fácil dizer adeus,quando se gosta de alguém...
Também não é fácil fazê-lo quando sabemos que alguém gosta de nós e que o vamos magoar...
Mas é inevitável ao longo da vida irmo-nos despedindo de pessoas de quem gostamos.Mas nunca se torna mais fácil....
E também não se torna menos doloroso quando alguém de quem gostamos se despede de nós.
Mas acredito que as despedidas,assim como tudo o resto na vida,não são defenitivas.
Há sempre formas e maneiras de matar saudades de quem é importante para nós.
E,em último caso,transportamos dentro de nós as pessoas de quem gostamos...o que nos ensinaram,as experiências que vivemos juntos,as alegrias partilhadas,as zangas saradas,as lágrimas choradas,as palavras ditas,as que ficaram por dizer...
Mas com o tempo,aquilo que era dor torna-se nostalgia;e deixamos de derramar uma lágrima quando nos lembramos desse alguém que nos foi tão querido,e passamos a esboçar 1 sorriso quando evocamos uma recordação...
Sim,porque para mim a vida é feita de sentimentos:bons e menos bons.
Recordações,saudade,amor,alegria,mágoa,tristeza,ódio,pena,nostalgia,felicidade...tudo isto faz de nós aquilo que somos e aquilo que escolhemos ser.E não é por ser prostituta que isto se torna menos real...
Sinto prazer,como qualquer outra pessoa quando tem 1 orgasmo.
Sinto medo quando as coisas não correm bem.
Sinto dor por aqueles que já se foram
Sinto saudades de quem gosto e que,por 1 motivo ou outro,teve que dizer adeus.
Sinto alegria quando oiço o riso do meu filho.
Sinto paz quando ganhei o suficiente para não ter que me preocupar com as contas.
Sinto felicidade quando vejo o meu filho saudável e feliz.
Sinto pena quando vejo um sem abrigo.
Sinto ódio quando leio a notícia de pedofilia.
Enfim...são os sentimentos que me dominam e movem...
São eles que me fazem cair e levantar;errar e continuar em frente...
E o adeus ea saudade fazem parte disso...
Por isso,por mais que custe,se chegou a hora,eu digo:
ADEUS!

sábado, 9 de julho de 2011

Lisboa:o regresso

Regressei ontem do Porto.
Não correu mal,mas ficou aquém das expectativas.
Mas mesmo assim vim mais rica de lá...Não no sentido literal da palavra,mas porque conheci pessoas maravilhosas,que se entregaram e a quem me entraguei;que me receberam com classe,fome e desejo.
Que se despediram de mim pedindo para voltar brevemente.
Que me elogiaram de uma forma generosa,aumentando o meu ego enquanto profissional do sexo,mulher e ser humano.
No Porto,assim como em Lisboa,mas tendo em conta que foi a minha 1ª vez lá;dei e recebi prazer,troquei orgasmos,partilhei pequenos fragmentos de intimidade,troquei histórias de vida.
Em 5 dias percebi que a gente do Norte é como a de Lisboa:há melhores e piores...
Mas dos "meus homens"(sim,já me sinto no direito de os tratar assim) do Norte só tenho bem a dizer...receberam-me com interesse genuino,foram autênticos e generosos;deixaram a sua marca em mim;reconheceram que me queriam mais e mais vezes...
Para mim,é unica a sensacão de vir embora e ver 1 comentário a dizer:"O Porto vai ficar mais triste sem ti"...
Faz-me sentir que,mesmo no mundo da putaria,marquei de alguma forma a diferença;fiz,mesmo que momentaneamente,alguém feliz...
E nem que fosse só por isso,valeu a pena esta minha ida ao Porto.
E fiquei com vontade de voltar...
Mas hoje,de regresso ao meu ninho do amor em Lisboa,recordo também saudosamente os meus homens de cá;que,espero,me venham visitar e amar neste fim de semana chôcho...me venham trazer o sol que teima em não aparecer por detrás destas nuvens escuras...
Por e para eles,vou estar a atender hoje e amanhã das 17h às 24h...

domingo, 3 de julho de 2011

Porto-a chegada

As coisas não começaram bem na minha aventura rumo ao Porto...esqueci-me do telemóvel em casa,só dei por isso quando já ía apanhar o comboio;tive que voltar para trás,acabei por perder o comboio...MERDA!
Depis de 10ms de paragem cerebral a maldizer a minha vida,lá me decido a voltar a casa(4º táxi no espaço de uma hora),ir buscar o carro e arrancar rumo ao Norte.Entre a gasolina e portagens,são 120€...e o valor do bilhete de comboio(46€)também foi à vida...E as 4 viagens de táxi foram mais de 40€...
Conclusão:ainda antes de chegar ao hotel já estou com 1 prejuizo de 200€!...E apanhei uma camada de nervos...e só me apetece chorar...
Que faço????Vou à bruxa?...Vou a Fátima?...
Não!Não me vou render!
No meio deste começo torto,e de chegar bem ao hotel;tomo 1 banho relaxante,falo com o meu filhote e sinto-me animar...Olho para o copo,e bem à minha maneira tento vê-lo meio cheio em vez de meio vazio...
Penso:Bem,o que tinha que correr mal,já correu...a partir de agora só pode melhorar...e vai correr bem,vou conhecer clientes especiais para juntar à lista que guardo carinhosamente dos meus clientes de Lisboa;vou ganhar dinheiro,e vou-me divertir...
Mas a verdade é que já cheguei à mais de 6h e o telefone não toca...o meu ânimo tão duramente conquistado está a ir por água abaixo...
Enfim,não adienta...
pelo menos tenho a consciência de que vim à luta;de que tentei melhorar a minha vida...não estava a correr bem em Lisboa,vim tentar a minha sorte no Porto...Amanhã começa a semana e uma nova etapa vai começar...Uma etapa feliz...
Vou-me deitar,rezar uma oração,e adormecer a acreditar com uma semana de muito trabalho...
E amanhã é um novo dia,e vai ser bom...sei que sim...
O que começou menos bem,vai acabar em beleza...assim o espero...