A vida de uma Acompanhante de luxo

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

As luzes do Porto

Estou sentada na varanda,a apreciar uma vista magnífica sobre a invicta.
Vejo a escuridão varrida por pequenas e brilhantes luzes,que fazem desta uma linda paisagem...
É impressionante como aqui as luzes parecem brilhar mais do que em Lisboa!Talvez porque as de Lisboa já conheça...
O Porto à noite é lindo!Pelo menos visto da varanda do meu mini apartamento...
Desta vez vim sózinha...é mais solitário,mas também tenho mais oportunidade para olhar com olhos de ver e analisar o que vou vendo,sentindo,e vai acontecendo....
Estranhamente,as luzes do Porto fazem-me sentir simultãneamente mais só e mais acompanhada...Identifico-me com alguns destes pequenos pontos brilhantes,pois recusam-se a aceitar a escuridão.Por outro lado,alguns estão tão juntos e brilham tanto,que me fazem sentir pequenina e deslocada...
Não há dúvida que o ditado"there´s no place like home" faz imenso sentido...sinto falta da minha cama,da minha casa,do meu ninho de amor,das ruas que tão bem conheço,da rotina....
Não ter com quem partilhar o meu dia a dia quando estou longe de casa torna-se penoso...Engraçado o que a distância,uma cidade desconhecida e o sentirmo-nos deslocados nos faz sentir....Parece que tudo tem proporções maiores do que as reais...a nossa casa torna-se mais acolhedora,a solidão torna-se mais devastadora,os medos aumentam...
Da outra vez que cá estive não senti isto....Talvez por estar com aquela que na altura era minha colega de apartamento em Lisboa...uma cara familiar,uma voz conhecida,até 1 feitio já sobejamente reconhecido...E depois,apoiáva-mo-nos uma à outra;quando eu estava mais em baixo,ela animava-me e vice versa...Chegáva-mos ao final de 1 dia de trabalho e comentávamos as nossas pequenas vitórias e os respectivos fracassos...ría-mos do que antes tinha parecido 1 drama,preocupáva-mo-nos em conjunyo,para em conjunto tentar-mos achar uma solução...
É verdade que não reparei nas luzes do Porto...
E agora são elas a minha companhia...
Mas só o seu brilho não chega...

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

O regresso ao Porto

Vou voltar ao Porto já na próxima 2ª fª.
Vou lá trabalhar,conhecer novas pessoas,rever algumas(assim o espero)e regressar a Lisboa mais rica de espírito e de conta bancária...
Espero ser pelo menos tão bem recebida como fui da outra vez que lá estive...conhecer pessoas tão lindas e generosas....ser tão acarinhada...
As coisas cá em Lisboa vão de mal a pior...e é geral...
Tenho falado com colegas,e o que as vai "safando" ainda são os clientes antigos....Mas eu não comecei esta "carreira" assim à tanto tempo...É verdade que tenho alguns bons clientes habituais e que são meus amigos...mas...só esses não chegam...
Vou para o Porto com a esperança de que lá as coisas corram melhor...afinal só lá estive uma vez...ainda sou novidade...uma "lufada de ar fresco" no mundo da putaria...lol
Aluguei 1 estudio de uma colega minha,bem no centro do Porto.Uma coisa de luxo,nível e discreta;para não correr o risco de ter problemas nalgum hotel...assim estamos à vontade;eu e "os meus homens"...
Ah,e vou levar os meus famosos chocolates!!!!...EhEhEh
Pensei bem e decidi manter na Invicta a promoção que estava a fazer cá.Apesar de a despesa de ir para lá ser maior do que ficar em Lisboa,creio que poderá ser bom para atrair mais clientes;e pode ser que também assim reconheçam o meu esforço e boa vontade.
A última(e 1ª)vez que estive a trabalhar no Porto como Acompanhante,até que não correu mal,tendo em conta a realidade actual do mercado.Verdade que não atingiu as minhas expectativas,mas os valores de que me tinham falado algumas colegas,eram os que se faziam há mais de 2 anos atrás.
Agora vou mais ciente da realidade,do mercado em si,e das minhas potencialidades face á concorrência no Porto.
E se conseguir trazer os mesmos valores que trouxe da outra vez,já venho realizada.Estabeleci essa como sendo a minha meta.
E entre a esperança,o medo e a expectativa;levo na mala,para além da linda lingerie e das outras coisas que me fazem falta,a mente positiva para uma semana de sucessos profissionais.
E,seja de que forma for,sei que a minha estrelinha me acompanhará e fará com que tudo corra bem...
Porque se o mundo é dos lutadores,então eu mereço este pedacinho de felicidade,traduzida na paz de não ter que me preocupar com a falta de dinheiro...
E vou metendo na mala sapatos,maquilhagem,roupa e coragem...

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Ontem

Ontem foi 1 dia bom!
Não bom como aqui à 2 anos atrás,mas comparando com a realidade mais recente,foi 1 dia que compensou.
E foi bom de várias maneiras:tive trabalho,ganhei €,revi clientes por quem tenho 1 grande carinho,e ainda...bom...sexualmente...tirei a barriga de misérias...;)
E ainda tive a sorte da minha estrelinha olhar por mim,e ajudar-me no que mais precisava.
Com tudo isto,estou feliz!
Estou feliz porque posso fazer a festinha de anos ao meu filho,cujo aniversário é este fim de semana.
Fiz por isso,trabalhei para isso,e graças aos meus homens;vai ser possível fazê-lo!...
Ontem foi 1 dia em que valeu a pena trabalhar até à meia noite.
Ontem foi como deviam ser todos os dias de trabalho.
Ontem deitei-me cansada,satisfeita,dorida e feliz!
Ontem pousei a cabeça na almofada e dormi bem.
Ontem não me preocupei se teria ou não € para a festa do meu menino.
Ontem não me doía a cabeça de estar tantas horas fechada no apartamto sem fazer nada.
Ontem (acho) que dei e recebi felicidade.
Ontem dei-me e recebi quem a mim se entregou.
Hoje devia ser como ontem.
Amanhã devia ser como ontem.
Sim....preciso de mais dias como ontem...
Mereço mais dias como o de ontem...
E são tantos e tão bons os "meus homens" que me podem dar mais dias como o de ontem....
Sim,ontem...foi decididamente 1 dia bom!

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Relembrando os 5 dias no Porto...

Amanhã regresso a Lisboa.à minha terra,a minha casa,a minha vida.
Mas vou mais rica daqui.Não no sentido restrito da palavra,mas porque conheci gente muito boa;porque,apesar de ser a 1ª vez no Porto,sei que fidelizei alguns clientes;porque dei e recebi prazer...
Económicamente ficou muito áquem das expectativas;embora tenha melhorado relativamente ao 1º dia.
Mas a forma carinhosa,ávida e aberta com que os clientes me receberam aqui em cima fez-me sentir bem,sentir orgulho do que aqui fiz...
Os comentários por demais generosos,alimentaram o meu ego enquanto profissional do sexo;enquanto mulher e enquanto ser humano.
Aqui senti-me valorizada(assim como me sinto tantas vezes em Lisboa),e,apesar de ter tido muito menos clientes que o previsto,os que tive deixaram-me com vontade de cá voltar...

Hoje

Comecei o dia cedo.Eram 7h da manhã já o meu filhote me estava a acordar,juntamente com a cadela,e,entre beijos de 1 e lambidelas de outra;lá me levantei.Enquanto preparo o pequeno almoço,o pequenito leva a cadelinha à rua.Vestir,comer,lavar dentes e ala,que se faz tarde!Deixo a criança  meio nervosa,meio ansiosa;pois é o 1º dia de colégio depois das férias grandes.Entro com ele,fico 1 pouco,e já bem mais à vontade e na conversa com outros meninos vem-se despedir de mim.Sigo rumo ao ginásio,pronta para a minha já habitual guerra contra as gordurinhas e a flacidez.A idade é lixada!
Passado 1,30h meto-me no carro em direcção ao apartamento,mais leve e também mais dorida.
Preparo tudo 1º:velas,música,lençol,toalhas,creme de massagem,preservativos.
Ligo a máquina de café e sirvo-me de 1.
Dispo-me e preparo a lingerie para hoje:1 conjunto novo que vou estrear.
Quando estou para me enfiar na banheira,toca o telefone."Olha,quanto é que levas para foder?"pergunta uma voz de miudo.Disse-lhe para ir f*der a mãe dele!
Isto não está a começar bem!...
O dia continuou mais ou menos neste tom...
Tive apenas 1 cliente de meia hora,que me veio recomendado por outro.
São quase 22h,estou aqui fechada desde as 11h e não se passa nada...

Tenho o
site,anuncio o D.N.,anuncio nos 2 fóruns,estou a fazer
promoção,e mesmo assim nada...

E eu aqui linda,cheirosa,gulosa e carente...
Enfim...hoje...não foi 1 dia bom...





im....
É agora!
É nesta semana que tudo se resolve!
Para bem,ou para mal,é esta semana que marca o inicio do resto da minha vida!
Os dados estão lançados...as cartas foram jogadas...já apostei naquilo que faria de mim uma vencedora.
Agora já não depende de mim.
Qual jogo de cartas de sorte e azar;já estive a vencer,acabei por perder,e quando julgava que já não havia esperança,eis que surge a possibilidade de ir a jogo e ganhar novamente!
O meu coração galopa frenético,chamando pela minha salvação...
A minha mente tenta-se concentrar na possibilidade de nada acontecer,e assim tudo perder...perder não;não ganhar,que é diferente.Afinal,a vitória nunca chegou a ser realmente minha...a minha vida na realidade nunca chegou a mudar...Mas agora,com essa possibilidade a pairar sobre a minha cabeça,custa-me ser realista e não sonhar com tudo o que posso ganhar;custa-me pensar que mais uma vez tudo me pode fugir e nada mude...
Mantém-te atenta...não te iludas...descontrai-te...esquece o assunto...tudo isto oiço no meu consciente.
Percebo...não me iludir,para não me desiludir.
Mas não consigo...sinto-me como um acrobata a balançar numa corda fininha...consigo chegar ao fim,ou vou cair?...
Pareço uma criança na véspera de Natal,a quem deram a entender que a prenda que ela tanto queria poderia estar no sapatinho...essa criança não consegue deixar de se imaginar a sentir essa prenda,a abraçá-la,a viver com ela.
Mas o presente tão desejado pode não lá estar...e aí surgirá 1 coração desfeito,uma desilusão,1 desgosto...
Por isso,mais vale não contar com "o ovo no cu da galinha"...mas a verdade é que não consigo...está tanta coisa em jogo!...a minha vida,a do meu filho...
Peço,a quem me quer bem,que torça por mim durante esta semana.
Preciso da vossa força.
Preciso da vossa confiança!
Preciso da vossa energia positiva!
Obrigada por estarem aí.
Obrigada por etarem comigo!
Também vos trago no meu coração...

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Cobardia

Acho piada que aqueles que fazem comentários negativos,ofensivos,ordinários até no meu blog,nunca se identifiquem...Pura cobardia!
Para além da ignorância de quem não sabe do que fala,do preconceito que revela uma falsa moral,ainda são cobardes!
E criticam,ofendem,mas lêm...então,para vocês,é escusado responderem,pois os comentários estão sujeitos a moderação,e esses são logo considerados spam.
Já uma vez,quando foi feita uma denúncia a 1 Senhorio numa casa onde trabalhei,também foi anónimo!
Claro que,para além de toda a maldade que estas situações encerram,ao mesmo tempo esta cobardia revela alguma moralidade...duvidosa,é certo,mas no fundo as pessoas que e quando fazem o mal,não querem ser identificadas...ou por vergonha,ou por terem noção que estão a proceder mal.Isto pode ser mau,pois apesar de terem consciência de que estãoa praticar o mal,estas pessoas fazem-no na mesma.
Mas ao mesmo tempo,revela que existe uma moralidade,contrapondo-se à vergonha de praticar o oposto.
E,por muito negativo que seja uma pessoa ser imoral,é preferível a ser amoral(pelo menos no meu entender).
A falta de moral revela uma incapacidade anormal e anti-social de destinguir o que está certo do que está errado...e isto,sim,é assustador!Uma pessoa que não difere o bem do mal fácilmente se torna num sociopata,não controla os seus impulsos,comparta-se como 1 animal,é 1 pária e 1 perigo para a sociedade e todos os que a constituem.
Já uma pessoa que pratica o mal,mas sabe que o está a fazer;normalmente é uma pessoa com valores(mais ou menos correctos),em que grande parte das vezes controla esse impulso animalesco de tentar ferir quem julga ser mais fraco.E ao fazê-lo,revela a sua própia fraqueza,bem superior à da sua "vítima";visto que não consegue exercer a sua faceta maléfica contra alguém mais forte;nem sequer procura 1 confronto directo,limpo e honesto....Esconde-se atrás de 1 anonimato e de uma falsa moral,que lhe dão uma sensação de segurança e superioridade(falsas,óbviamente!).
Porquê o facto de grande parte das minhas colegas não atender numeros anónimos?...porque é maioritáriamente daí que vêm os insultos,as frases ordinárias,e as falsas marcações....Mais uma vez,cobardes que se escondem atrás de um anonimato...
A cobardia tem cara,tem nomes,tem vozes...mas estes escondem-se atrás de 1 manto de pseudo invisibilidade...
Só há uma coisa que eu não entendo:o que ganham estes cobardes em agir assim????....

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Espreguiço-me devagar e sensualmente na cama,onde estivémos aninhados até agora...sinto o corpo maravilhosamente dolorido pela sofreguidão com que nos amámos.Contigo é sempre como se fosse a 1ª vez...a tesão não diminuiu...antes pelo contrário,aumentou...o meu corpo reclama o teu;a minha alma chama por ti;a minha boca satisfaz-se na tua;eu só existo por ti e através de ti...
Os lençóis estão húmidos de suor e sémen...o quarto cheira a sexo...Agarro-me a este cheiro que é a soma do cheiro de cada um...
Saís-te,deixando-me,achavas tu,adormecida.
Mas eu só não queria abrir os olhos para não perder o momento...o teu momento...o nosso momento.
Como em todos os amores proibidos,não sei quando te voltarei a ver,quando voltaremos a estar juntos.
E assim tento prolongar ao máximo estes farrapos de tempo que a vida nos dá.
E sinto o teu beijo de despedida,cuidadoso,carinhoso,amoroso,saudoso até.
E recuso-me a abrir os olhos quando oiço a porta da rua bater.
E continuo nesta dormência de prazeres satisfeitos,de saudades que irão surgir...
Entras-te sorrateiramente de madrugada.Não te esperava.Dormia tranquilamente com o gato aninhado a a meus pés.Só te senti quando puxas-te os lençóis e te aninhas-te em mim...queria levantar-me,ir lavar os dentes,a cara,ficar mais bonita para ti.Não deixas-te.Disses-te que me amavas ainda mais quando eu estava assim,amassada do sono e da cama;calma,serena,e apenas eu própia...Disseste que sorria enquanto dormia;com certeza sonhava contigo,numa forma inconsciente de pressentir a tua chegada.
Amámo-nos apressadamente,como se o mundo fosse acabar na próxima meia hora.Enroscaste-te então em mim e adormecemos numa confusão de braços e pernas.Passado poucas horas acordámos com o amanhecer,e tornámos a fazer amor.Desta vez com lentidão,beijos que começam na testa e acabam nos pés...língua que percorre a auto estrada do corpo,detendo-se demoradamente no centro do prazer...mãos que exploram,agarram,arranham,trepando pelo corpo que se abre e se oferece ao outro...chupaste-me e eu chupei-te...lambeste-me e eu lambi-te...mordiscas-te e eu fiz-te o mesmo...penetraste-me,1ºdevagar,depois com vigor e urgência...tu por cima,eu por cima,de lado,de trás...nada ficou por fazer,por explorar,por amar...parecia-mos sanguessugas 1 no outro...eu começava onde tu acabavas e vice-versa.E juntos gememos,gritámos,fomos às estrelas...eu mais do que uma vez,fazes sempre questão disso...e brincas,dizendo que é hora do leite,fazendo-me vir selváticamente na tua boca...
Como é divino e incomparável o amor que fazemos!Sexo com sentimentos,mas por vezes animalesco...
E assim deixo-me estar,nua,saciada,besuntada do teu sémen e do meu...e cheiro o nosso amor proibido,que ainda palpita nos meus lençóis e no meu corpo...
E sinto este sabor que apenas 1 amor proibido tem...