A vida de uma Acompanhante de luxo

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Nova ida ao Porto

Acredito que a sorte é dos audazes.Daqueles que procuram as oportunidades e as agarram com quantas forças têm.
Acredito que chorar é permitido e até aconselhável,mas não resolve nada.É preciso enxugar as lágrimas,arregaçar as mangas e ir à luta.
Mal ou bem,é isto que tenho feito desde tenra idade.
E ultimamente,para fazer face às minhas necessidadese do meu filho,e tendo em conta a conjuntura económica do país;tenho estado muito mais atenta a esta situação.
Comecei por baixar os preços,algo que me custou bastante,mas que até tem sido bem recebido.
E agora,é altura para fazer as malas e ir trabalhar uma semana para o Porto,onde,felizmente,já tenho bons e fiéis clientes;e onde a minha presença é muito bem recebida.
Assim,2ª fª,dia 23/1,arranco para mais uma estadia na invicta (a primeira deste ano);onde seguramente serei bem sucedida,até porque levo na bagagem  também os novos valores!
Se por 1 lado é verdade que vou ter despesas extras,por outro sei (?) que valerá a pena e que chegarei no Sábado dia 28/1 a Lisboa,mais feliz,e com € suficiente para comprar tudo o que necessito para proporcionar a todos os que amo e a mim 1 Feliz ano.
Espero,pois,ter muitas e boas visitas no Porto entre os dias 23 e 28/1...
Vou ficar instalada um apartamento discreto,muito agradável e super central na Rua 5 de Outubro.
Também levo os meus bombons...
Tudo para dar na medida em que gostaria de receber...

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Corro

Corro.Corro atrás de ti,daquilo que representas para mim,do sonho que me prometeste.
Corro atrás da alegria,da felicidade,da beleza,da juventude,do amor,da riqueza.
Corro atrás do respeito,da tolerância,da solideriedade,da amizade,da verdade.
Corro atrás do que já perdi,tentando alcançá-lo de novo.
Corro atrás da oportunidade desperdiçada,do momento perdido,das palavras que não foram ditas,das lágrimas que não cheguei a derramar,dos pedaços de vida que deixei passar.
Corro atrás do que já tive e do que espero vir a ter.
Corro atrás de quem amei e já se foi.
Corro atrás das lembranças,das memórias,da esperança,dos cheiros e sabores,das paisagens do meu passado.
Corro atrás de quem fui,de quem não voltarei a ser,de quem me tornarei.
E ao correr,também fujo...
Fujo da mentira,da maldade,da ignorância,do desespero,das bestas que me rodeiam.
Fujo da pobreza,da velhice,do papão,da falta de valores,do medo,da indiferença.
Fujo do anonimato,da mediocridade,das lágrimas que deitei,das dores que me deixaram 1 bocadinho mais céptica,das linguarudas e maldizentes,da inveja,da cobardia.
Fujo de mim própia,dos meus "esqueletos no armário",da minha fraqueza,dos meus erros,das más escolhas que fiz,das vezes em que magoei outras pessoas.
Fujo da recordação e também do esquecimento.
Fujo de ti,fujo de mim,fujo de nós.
Fujo da realidade em que não consigo mais viver,correndo atrás daquela que procuro...
Fujo...
Corro...