A vida de uma Acompanhante de luxo

terça-feira, 7 de maio de 2013

Danificada

Sinto-me quebrada,partida,estragada...
Como se fosse 1 artigo em 2a mão defeituoso que ninguém vai querer....
Acho que a 1a vez que me senti assim foi quando a minha mãe morreu,tinha eu 11 anos. Todas as amigas diziam:a minha mãe isto,a minha mãe aquilo,vou com a minha mãe,etc.... e no dia da mãe?! Sentia-me estranha,envergonhada até,pois não tinha ninguém a quem oferecer nada,uma mãe com quem fizesse planos,a palavra mãe tinha desaparecido do meu vocabulário... e isso fez-me sentir estragada,incompleta,como se tivesse 1 defeito....
Voltei a sentir-me quebrada quando me divorciei;como se não conseguisse levar uma tarefa até ao fim,senti que falhar,que me desiludi a mim e aos outros...e o facto dos amigos comuns se afastarem ainda aumentou mais a sensação de ser defeituosa... Como aquela boneca que deixamos de gostar e mandamos para o fundo do armário,ou pior,deitamos fora....
Voltei a sentir-me 1 artigo com defeito quando fiquei desempregada a 1a vez...não o previ,não o mereci,não o adivinhava...e mais uma vez senti-me estragada,com defeito...
Em cada relação amorosa,que rapidamente se transformava em desastre amoroso,partia mais 1 pouquinho de mim,tornava-me mais estragada...
Creio que o culminar de tudo isto foi quando perdi aquele que seria o meu 2o filho no 5o mês de gravidez. Aí sim,senti que tudo em mim se partira,quebrara,estragara... Aí percebi claramente o quão estragada estou...
E sejamos sinceros,depois de tudo isto e da entrada no mundo da prostituição;quem vai querer (e não me refiro ao sexualmente,mas sim à vida) alguém tão danificado como eu?...

segunda-feira, 6 de maio de 2013

Apenas mãe

Ontem fui mãe. Só mãe. Completamente mãe.
Não que também não o seja nos outros dias,mas ontem não vivi nem pensei em mais nada.
Limitei-me a ser mimada pelo meu filho,e a ter 1 dia só nosso,para fazermos coisas que agradassem aos 2.
Não pensei em trabalho,em €,em homens,em amores e desamores;nem sequer pensei no sentido e rumo que dei e contínuo a dar à minha vida.
Não pensei na renda que tenho que pagar daqui a 2 dias,na conta absurda da luz(200€!) Cujo prazo já terminou,no aproveitamento escolar do meu filho,de ele estar apenas ao meu encargo,nem sequer na minha mãe à tantos anos morta e que tanta falta me faz...
Ontem,dia da mãe,o meu filho foi-me acordar com 1 ramo de rosas nas mãos e 1 abraço daqueles que me chega à alma.
Aquele pirralho que é a única coisa que importa na minha vida,armou-se em crescido e foi me dando surpresas atrás umas das outras....1o aquele acordar meigo e romântico (como pode uma criança ser romântico?...);depois já estava de dentes lavados e vestido para irmos para a piscina;a seguir levou-me à sala onde tinha o pequeno almoço preparado para os 2. Por baixo do meu guardanapo tinha 1 embrulho:uma prenda feita por ele!
Fugindo às minhas mariquices de mãe babada,informou-me como ia ser o nosso dia:1o piscina,depois queria oferecer-me 1 almoço num restaurante(com o € que tinha no mealheiro),depois alugavamos 1 filme e comiamos pipocas.
E assim foi!...
O meu filho fez e organizou o melhor dia da mãe que eu já alguma vez tive.
E eu pude sentir-me feliz e ser apenas mãe....

quinta-feira, 2 de maio de 2013

pausa

Meus amores,
Na última quinzena deste mês vou fazer uma pausa e tirar 15 dias para mim.
Por isso,espero a vossa visita até dia 16.
Dia 2/6 estarei de volta para matar às saudades que sei que irei ter vossas.
Venham despedir_se de mim... sensualidade,prazer, e 1 tratamento único e inesquecível é o que vos espera....digam-me o que desejam,que eu torno-o real....
Até dia 16/5 estarei das 10h às 20h no meu apartamento,e depois disso estou disponível para deslocações.
Até já.

Beijos doces onde mais gostaram.

quarta-feira, 1 de maio de 2013