A vida de uma Acompanhante de luxo

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

PRAZER

Quero tanto dar-te prazer! Quero fazer-te vibrar como tu me fazes a mim. Quero sentir-te na minha boca; mel agri doce que domina o meu paladar. Quero o teu cheiro colado a mim, em mim, tornando-se meu. Quero ouvir a rouquidão de prazer num grito mudo nos meus ouvidos. Quero sentir os teus espasmos conforme te vais abandonando dentro de mim. Quero ver-te, sentir-te, cheirar-te e fazer-te vir vezes sem conta. Até perdermos a conta. Até perdermos o tino. Quero fazer-te esquecer quem tu és,para que apenas recordes o que és quando estás comigo, quando estás em mim. Quero que percas a razão e ganhes os sentidos. Para que o prazer seja total, completo; doloroso até  de tão intenso.
Quero dar-te prazer. Aceitas?

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Alterações ao convívio

Resolvi fazer algumas alterações ao meu atendimento.
O convívio passa a ser completo quer na 1h, quer na meia hora.
O oral, havendo condições para tal, poderá ser ao natural até ao fim (reforço o havendo condições para isso).
Obviamente os valores também sofrem alterações:meia hora 60; 1h 100.
Para aqueles que já costumam vir ter comigo eque não pretendam usufruir das novas alterações, mantenho os valores de 50 meia hora; 80 1h.
Espero assim ir ao encontro dos desejos de todos.
Beijos!

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Swing

Como todos sabemos sábado passado foi o dia dos namorados;e não havendo tanto trabalho como eu esperava,resolvi aceitar o convite de um apaixonado/pretendente a namorado para ir jantar e sair. Deixei o jantar a cargo dele,mas disse que a saída ficava por minha conta.
Ora bem,nas nossas várias conversas ao longo do tempo em que nos conhecemos e somos amigos,a dita pessoa sempre defendeu que o amor deve libertar em vez de aprisionar,que a entrada de uma 3a pessoa na vida sexual do casal era uma forma de consolidar a intimidade e amor do casal,que o swing une mais o casal e não dá espaço à traição. Uma visão tão liberal deixou-me curiosa,e resolvi testa-lo;não só para confirmar se a prática correspondia à teoria,mas também para perceber se este homem do meu "mundo real" conseguiria lidar e aceitar a minha profissão no caso de iniciarmos um relacionamento amoroso. Assim sendo,depois de um jantar super romântico com velas,rosas e corações;levei-o para 1 clube swing que me tinha sido recomendado e onde já tinha feito uma reserva.
Após nos terem apresentado o espaço e explicado as regras,pegamos numa bebida e vamos para a pista "atarrachar" num roça roça mega sensual. O nervosismo e ansiedade do meu companheiro eram óbvios,mas à pergunta do -estás bem? Seguiu-se 1 sim,isto é uma loucura,o máximo!. Comecei então à pesca...  Não foi preciso muito,uma troca de olhares bastante sugestiva acompanhada de 1 sorriso convidativo trouxeram de imediato 1 dos barman para o pé de nós. Precisam de alguma coisa?- perguntou o rapaz lançando-me 1 olhar guloso. E eu respondi: de ti. Queres te juntar a nós? E acompanhei a pergunta com uma mão atrevida pousada no traseiro rijo típico de quem faz ginásio.  O meu gesto foi retribuido e complementado com um reconhecimento dos meus seios que saltavam do decote vertiginoso do vestido justo e semi transparente que tinha escolhido propositadamente para a ocasião. O nosso novo amigo leva-nos para 1 quarto aquário,aquele onde podemos ser vistos mas não tocados por quem não tinha sido convidado,e,desnudando-me o resto dos seios e acariciando-os,diz:vão começando que eu não demoro. Pergunto ao meu companheiro,que nunca tinha tido nenhum contacto sexual comigo,se a situação para ele era ok,e ele concordou e manifestou imenso interesse e apreço pelo que estava a acontecer. Beijos e amassos e despimo-nos 1 ao outro. Ele deita-me e percorre-me o corpo com a boca,fazendo-me sentir a língua quente e humida,e detém-se no meu sexo,dando início a 1 oral maravilhoso. Sem ter dado por isso o nosso/meu convidado já se tinha juntado a nós e sinto o seu sexo duro e potente entrar na minha boca exigindo ser lambido,chupado,explorado. Entre gemidos obedeci até sentir 1 líquido quente chegar aos meus lábios. Afasto-o e sinto os seus lábios limparem os meus e passarem para os meus mamilos. Peço ao meu pretendente que me penetre,mas ele não consegue;o seu sexo está murcho,triste... pergunto-lhe o que se passa,se quer parar (sabendo no entanto que eu não conseguiria),mas ele acena que não e trocam então os 2 de posição;o barman explorando o meu sexo,o meu amigo beijando e mordiscando as minhas mamas. Eu já me tinha vindo 2 ou 3 vezes,mas queria mais;muito mais.
Percebendo a minha tesão o meu amigo pergunta:queres que ele te foda?,ao que eu respondo com 1 sim suplicante. O outro mete-me de 4 e fode-me com estocadas fortes,lentas,poderosas. O meu amigo enfia-me o sexo meio teso na boca,mas eu já perdi todo e qualquer controle. Gemo,choramingo e peço ao convidado para me dar com força,para rebentar comigo. E conforme o ritmo aumenta e me apercebo de espectadores a masturbarem-se,venho-me mais uma,duas,três vezes até sentir o outro tremer dentro de mim e vimo-nos os dois num orgasmo tão forte que chega a ser doloroso.
Exausta de tanto prazer,meio tonta pela novidade e intensidade do que se tinha passado;olho para o meu amigo e vejo-o já vestido,de costas e diz-me:espero-te no bar. O rapaz que se tinha juntado a nós diz que me quer voltar a ver e a ter. Limito-me a sorrir.
Quando me junto ao meu amigo,ouço uma data de reclamações,que eu calo com um:"vamos embora?". Pela minha postura ele percebe que não adianta falar. O caminho é feito em silêncio. Quando me deixa à porta de casa nem os 2 beijinhos da praxe lhe dou. Agradeço o jantar e digo-lhe antes de fechar a porta do carro: devias ter a certeza daquilo que queres. Falar,até papagaio fala.
E com a certeza de ter acabado ali o que nunca começou,pensei: se ele não consegue lidar com algo que ele mesmo dizia querer e que defendia;como poderá lidar e aceitar a minha profissão?... Tal como num jogo,ele apenas fazia bluf....  Mais 1 homem que queria entrar na minha vida sendo uma farsa total...
Foi uma noite intensa,que eu adorei;mas também acompanhada de um sentimento de desilusão e aprendizagem....
Reti 2 coisas: amor liberal não existe. E quero voltar a repetir . ;)


domingo, 15 de fevereiro de 2015

Horário de Carnaval; alterações

Espero que tenham tido 1 dia dos namorados recheado de paixão. ;)
Mas o Carnaval ainda agora começou e eu estou cá para brincar convosco.
Trabalho os 3 dias:hoje, amanhã e 3a feira de Carnaval. Das 12h às 3h da manhã.
E como no Carnaval ninguém leva a mal... porque esperam? ...

sábado, 14 de fevereiro de 2015

Namorada aluga-se

Sensual, quente, selvagem, doce.
Para além de um sexo inesquecível, ofereço simpatia, boa disposição e uma massagem relaxante.
Por muito pouco serei a tua companhia neste dia em que se comemora o amor e a paixão. E em todos os outros dias em que me queiras ou precises de mim.
Queres-me?



quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Carnaval:horário

Porque este ano juntamos o dia dos namorados com o Carnaval, a diversão tem que ser a dobrar!
E que melhor maneira existe de celebrar o amor, que juntar 1 pouco de picante?... juntar-me a mim na equação por ex... Tornar este dia dos namorados único e inesquecível. ..
E o Carnaval? ... brincar ao amor com uma dose extra de sexo e sensualidade. ...brincar comigo. ..
Para que tudo isto seja possível estarei a trabalhar neste fim de semana.  Sexta,  sábado e domingo das 12h às 3h da manhã.  Segunda das 11h às 20h.
Vamos brincar? ...

terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

O amor é uma droga

O amor é uma droga. Vicia.Provoca alucinações. Aumenta o ritmo cardíaco. Quanto mais se consome; mais se quer. As doses têm que aumentar. E queremos sempre mais e mais; e chegamos a um ponto em que já não podemos viver sem ele.
A sua ausência provoca ressacas dolorosas e facilmente visíveis:manifestações físicas e de comportamento apenas associadas a quem é dependente do amor.
O amor é uma droga que amolece corpo e espírito, que embrutece os sentidos; que nos altera a consciência e a percepção da realidade.
O amor transforma o cinzento em negro e o amarelo em cor de rosa.  Faz com que um dia chuvoso e tristr de inverno se torne no dia mais feliz de verão.
O amor desperta os sentidos e as sensações; dá visão aos cegos e faz com que os que vêm não o consigam fazer.
O amor...o que será isto do  amor que tentamos encontrar e tantas vezes não o enxergamos?...
Não sei... sei que  o amor é uma droga. ...e eu quero perder-me nela. Sem culpa. Sem medo. Sem consciência. Sem controlo.
E tu? Queres te vir perder comigo?


segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

EU

Eu sou eu. Só isso. Tanto e tão pouco. Mistura de menina/mulher, personagem e pessoa, sonhadora e lutadora. Mãe e mulher.
Eu:fruto de erros e acertos, amores e mentiras, paixões e desilusões.
Eu, que sendo a Mariana ou a pessoa, me consigo resumir ou nem por isso, de igual modo. .. Sou vaidosa sem ser arrogante, brincalhona e por vezes acutilante, forte e tão carente, segura mas cheia de dúvidas e incertezas. Eu:generosa de uma forma egoísta, sofrida mas crente, feliz mas incompleta, optimista mas cheia de medo.
Eu:gosto de emoções fortes mas não tolero o sofrimento. Odeio injustiças e acredito na vingança. Adoro bebés e o som mais bonito é a gargalhada de uma criança.  Não sei viver sem música:ela aumenta ou altera estados de espírito.  A minha cor preferida é o vermelhoe os filmes que mais gosto são os de terror. Adoro a noite e tudo o que lhe diz respeito: a forma de vestir, o riso fácil, a promessa que encerra em si mesma, o mistério que a envolve, a liberdade e libertinagem que apenas a noite torna possível de uma forma elegante.
Eu:vivo o presente temendo o futuro e tentando esquecer o passado. Temo a velhice, a doença, a demência e a solidão. Acredito em valores que já caíram em desuso:respeito pelos mais velhos, cavalheirismo, etiqueta e educação, solidariedade, auto conhecimento.
Adoro as coisas boas e o alívio que o dinheiro pode dar; mas não acho que deva ser alcançado a qualquer custo.
Gosto de sexo suado, impune, inconsequente.  Mas também não acredito que se possa viver sem amor. Não acredito na monogamia, mas acredito num amor para a vida inteira.
Eu:arrependo-me de tantas coisas que fiz e de outras que não tive coragem de fazer. Mas sinto muito orgulho de tudo o que já consegui.
Sou teimosa, tenho uma personalidade forte e regra geral o julgamento fútil e infundado dos outros não me preocupa minimamente.  Mas ao mesmo tempo tenho dificuldade em aceitar uma crítica e, mesmo quando perdoo não esqueço.
Eu:escorpião, mulher, prostituta, vítima e carrasco.
Tudo isto e muito mais sou eu. E não peço desculpa.